Tear de bênçãos




"Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito estável" (Salmos 51:10).


Foi mostrado a J. Stuart Holden uma grande fábrica onde centenas de máquinas produziam excelentes tecidos. O gerente de produção disse ao Sr. Holden: "Esta máquina é tão delicada que se um único fio dentre os 30.000 que estão sendo tecidos neste momento partisse, todos os demais parariam imediatamente. Ele continuou andando pela fábrica e, ao aproximar-se de uma máquina, partiu um dos fios e, de repente, toda a máquina ficou quieta e só voltou a funcionar quando a linha foi religada.

A maravilha mecânica mostrada na fábrica naquele dia traz para nós um claro ensinamento espiritual. É por um ato de desobediência, um afastamento da vontade e temor de Deus, que as bênçãos de nosso relacionamento com Ele são interrompidas. Somente quando o fio for novamente religado a alegria do Senhor voltará a fluir em nossos corações.

Como tem funcionado o tear de Deus em nós? Todos os fios de Sua vontade têm tecido uma vida cristã que glorifica o Seu nome e embeleza os ambientes por onde passamos? Tem o nosso tear espiritual trabalhado em harmonia com outros teares, criando momentos de louvor e adoração na fábrica de salvação e vida eterna onde fomos instalados?

Precisamos compreender que a quebra de um único fio pode interromper o nosso testemunho e a bênção de Deus aos perdidos. O fio do amor precisa estar bem firme em nossa máquina, o fio da verdade e da humildade também. Os fios do bom-humor, da simpatia e da temperança são imprescindíveis.

Qualquer um deles, ao se partir, atrapalhará o movimento de nosso tear e precisará ser consertado aos pés de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Que possamos cuidar com muito carinho do tear do Senhor colocado em nossos corações. Que ajudemos também aos demais teares a se manterem em pleno funcionamento para que, na força do Espírito de Deus, a Graça de Cristo seja derramada na vida de todos.

Cuide de seus fios... seja um tear de grandes bênçãos.
Paulo Roberto Barbosa

Comentários

Anônimo disse…
Aw, this was a really nice post. In idea I would like to put in writing like this additionally - taking time and actual effort to make a very good article… but what can I say… I procrastinate alot and by no means seem to get something done.