segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Quebra - Cabeça


Ganhei de um amigo, há dois meses, um quebra-cabeça de 1.500 peças. Eu não montava um quebra-cabeça desde que era criança. Devo admitir, eu realmente o aproveitei. Embora muito frustrante às vezes, era um bom desafio. Cada vez que eu achava uma peça que se encaixava, era extremamente recompensador.
Bom, e daí?

Você já percebeu quantas semelhanças existem entre um quebra-cabeça e a vida?

Num quebra-cabeças, cada peça é parte muito importante no grande quadro. Na vida, são as pessoas e os acontecimentos as partes importantes. Como peças de um quebra-cabeça, cada um de nós é único, especial em seu próprio jeito. Embora semelhantes, não há dois iguais. Ironicamente, são nossas diferenças que nos fazem "encaixar".

Enquanto eu trabalhava no quebra-cabeça, havia uma peça que eu estava certa de pertencer a um ponto em particular. Mas não encaixava. Acabava voltando a ela tentando encaixa-la, me esquecendo que já havia tentado. Eu tinha meu pensamento focado no fato de que eu sentia que a peça era daquele espaço.

Penso em quantas vezes eu fiz a mesma coisa em minha vida. Tentando fazer acontecer coisas que simplesmente não era pra ser. Tentava várias vezes, chegava ao ponto de forçar, mas não era pra ser... e nada do que eu fiz mudou isso.


Se você já montou quebra-cabeças, sabe como é perder tempo procurando um pedaço específico. De repente parece tão obvio... mas eu não conseguia achar. Consegui foi embaralhar ainda mais as peças. Fiquei frustrada e decidi deixar pra lá e ficar longe dele. Quando voltei mais tarde, eu achei a peça imediatamente. Estava bem na minha frente desde o começo.

Minha vida foi assim muitas vezes. Tentava entender por que certas coisas aconteciam e do jeito que aconteciam. Procurava as respostas por todos os lados e às vezes as respostas estavam bem na minha frente. Era só dar uma paradinha, um pequeno passo atrás, respirar e acalmar que as respostas me encontravam.

Olhando as peças deste quebra-cabeças, eu penso nas "peças" de minha vida: minha família, meus amigos, acontecimentos, marcos e celebrações. Uma mistura de bom e ruim, alegria e lágrima, felicidade e tristeza.

Penso em todas as peças que imaginei sem importância e sem propósito. Reflito em todas as peças que em minha vida me fizeram perguntar... "Por que, meu Deus?"... "Por que isto?"


E repentinamente percebi que por causa dessas peças, outras peças se encaixaram tão bem.

Tudo em nosso vida acontece por uma razão. Cada acontecimento, bom ou mau, como uma peça do quebra-cabeça. Deixe uma peça de fora e se quebra a harmonia inteira do produto final.

Talvez ainda não possamos entender o papel importante de cada peça em nossa vida, ainda existem muitos buracos e o quadro ainda não está claro. Mas sei que quando minha viagem nesta vida estiver concluída, e a peça final estiver em seu lugar, eu entenderei. E serei capaz de ver o quadro completo e a beleza de cada peça.

Até lá, eu continuarei a viver com fé. Sabendo e confiando que todas as peças que eu preciso estão aí e que é só uma questão de tempo até que se encaixem bem. Lembrarei de que há um grande quadro, um plano para mim, e que sou incapaz de ver agora.

Acreditarei que cada peça em minha vida, mesmo as dolorosas, têm propósito e cumprem papel importante. E quando estiver fraca, procurarei força pela oração.


Farei isto até que a obra-prima de Deus em mim estiver finalmente completa, e Ele então cochichará... "Muito bom! Está feito!"

AUTOR DESCONHECIDO

sábado, 28 de janeiro de 2012

Imagem distorcida



"Ó Senhor, tu és nosso Pai; nós somos o barro, e tu o nosso oleiro; e todos nós obra das tuas mãos" (Isaías 64:8).

Um homem, desejando homenagear seu pai, contratou um escultor para que fizesse seu busto. Forneceu ao artista várias fotografias para que pudesse recolher características da imagem de seu pai e, com muita ansiedade, ficou ao lado assistindo o trabalho desde que este começou a moldar o barro. O escultor, contudo, não conseguia trabalhar direito, pois, a todo momento o homem queria "ajudar", removendo um pedaço de barro aqui e adicionando outro pedaço lá. Após um dia inteiro de trabalho, o resultado não passou de uma imagem distorcida.
De igual modo, ao pedirmos ao nosso Pai celeste que nos molde segundo a sua semelhança, não devemos tentar ajudá-lo. Como um barro nas mãos do escultor, devemos nos render inteiramente e permitir que Ele nos faça segundo a Sua vontade. Qualquer que seja a nossa intervenção, por menor que seja, resultará em uma imagem distorcida do Senhor.

Deus tem Sua maneira de trabalhar em nossas vidas. Tem também o tempo certo para que cada transformação necessária seja feita. Mesmo que achemos que está doendo, ou que está demorando, ou que não está saindo como planejamos, o melhor que temos a fazer é confiar plenamente na ação do Senhor. Ao final, com alegria e regozijo no coração, constataremos o quão maravilhosa se tornou a nossa vida nas mãos perfeitas
do Grande Oleiro!

Se Deus já começou a trabalhar em você, descanse e tenha paciência. Seu trabalho sempre será perfeito!
Paulo Roberto Barbosa

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

O Equilibrista


Um circo tradicional tinha em seu elenco um dos maiores equilibristas. Num determinado espetáculo casa cheia, atravessou grande distância equilibrando com uma vara , em cima da corda . Quando chegou do outro lado, cumprimentou a plateia, tomou um carrinho de mão e perguntou: Vocês creem que eu posso atravessar equilibrando e empurrando este carrinho? Todos uníssonos disseram: Sim , cremos. Ele atravessou tranquilamente. Do outro lado , nova pergunta; agora um desafio: Vocês creem que eu posso atravessar equilibrando , empurrando o carrinho com uma pessoa dentro ? Uma só voz: Sim, cremos. Qual é o voluntário para estar dentro? Reinou um silêncio ninguém apresentou para o concurso.

Não seria esse nosso caso? Aplaudimos os outros que atravessam dificuldades, vencem obstáculos, mas ao sermos desafiados a termos fé genuína, a entrarmos no carrinho, achamos que o desafio é muito.

Não temos confiança para encarar as cordas suspensas nos ares. Desafiar a  atmosfera , força da gravidade , isso não é nosso ponto forte, não é mesmo ? Achamos melhor estarmos com os pés em terra firme. Quando alguém pergunta se cremos em Deus, de queima bucha, respondemos que sim. Mas na hora de entrar no carrinho que Ele conduz ninguém se apresenta, confiamos desconfiando. Um grande aliado do equilibrista é manter seu olhar para frente. Olhar para baixo, ver a dimensão do perigo desencoraja perde o equilíbrio. Nosso equilíbrio na vida espiritual depende de estarmos olhando no autor e consumador de nossa fé, nunca olhar como a mulher de Ló, para trás.

Manter o olhar firme na frente equilibrando em cima das promessas de vitórias. Às vezes as cordas balançam muito, mas os pés devam estar aderentes, firmes com a vara e confiança de equilibrista, mantendo corpos eretos sem a menor dúvida que estaremos na plataforma do outro lado, cumprimentando os expectadores que são muitos. Hebreus 12:1 Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta.

Sejamos equilibristas na vida espiritual, acreditando que dentro do carrinho da salvação, conduzidos por mãos fortes do Salvador, podemos atravessarmos as cordas suspensas da vida, não para obtermos aplausos da plateia, mas sim, mantermos sem quedarmos das alturas , chegando do lado de lá , como heróis da fé e coragem, assim vivos para sempre .

Leia Também: Confiança Cega - A Corda e a Fé

sábado, 21 de janeiro de 2012

Semente



Diante de todas as dificuldades que o dia apresenta, salta aos olhos as barreiras formadas pela tempestade.
Nesses dias de batalha muitos não conseguem sequer levantar.
E se não existe luz no escuro do dia, ficamos perdidos, desorientados com a própria incapacidade de reagir.
Feridos...

Onde buscar ajuda?
Se os amigos já se afastaram, se os parentes se isolaram, se nós mesmos não acreditamos em mais nada, se os deuses que nos apresentaram não se manifestam, se até a justiça parece tão injusta; se estamos terrivelmente sós, se o fundo do poço parece um lugar tão seguro, se as lágrimas já nem aparecem, e a dor virou companheira de viagem. Se tudo parece extremamente cruel, e a esperança, apenas uma miragem.

Eis que no meio do asfalto, no vão entre as pedras, uma flor insiste em brotar, nasce desafiando tudo, se faz forte e linda, como a mostrar que no improvável, existe uma força maior, que nos capacita em nossas lutas, que em nossa semente, já existe tudo o que precisamos para 'brotar' no meio do deserto, espremidos entre as pedras da nossa ignorância, e florescer entre espinhos.

Não deixe de lutar!
Não deixe de apontar suas “folhas” para o sol.
Os raios que banham os mais afortunados, é o mesmo que toca o miserável caído, que ao perceber a grandiosidade do Universo, pode se colocar de pé cheio de dignidade, e perceber que existe uma oportunidade em cada canto, para se libertar de todo e qualquer pranto, e recomeçar... 

“Porque a noite vem, a chuva passa, o dia se estabelece, e debaixo do céu, tudo recomeça e convida:
-Vem vencer, vem viver a sua vida!”

Se no meio da sua batalha, entre as lágrimas do desespero, você enxergar uma réstia de luz, saiba que você não está sozinho, quem te abraça, é o próprio Jesus.

AUTOR DESCONHECIDO

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Sorria! Hoje é o dia do riso







Sorrir faz bem ao corpo e à alma!

"Um dia sem sorrisos é um dia perdido" (Charles Chaplin)

"Ainda que haja noite no coração, vale a pena sorrir para que haja estrelas na escuridão."
(Arnaldo Alvaro Padovani)

"O melhor presente que você pode dar é um abraço sorriso: ele é tamanho único, e ninguém vai se importar se você quiser devolvê-lo" (Autor Desconhecido)

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Fidelidade


O famoso Dionísio, tirano de Silícia, condenou à morte um cidadão. Foram inúteis as lágrimas, os rogos e tudo foi insuficiente para convencer aquele coração de pedra.
– Vou lhe pedir um último favor – disse o réu a Dionísio.
– Tudo te concederei, menos a vida.
– Tenho mulher e filhos; meus negócios acham-se em más condições, minha família ficará completamente arruinada, se eu mesmo não for deixar tudo em ordem.
– É impossível o que você pede – disse Dionísio.

– Escute, sou homem que cumpro minha palavra. Se o senhor me conceder 10 dias, juro que antes que se finde o prazo estarei à sua disposição.
Ante nova negativa de Dionísio, propôs, então:
– Se eu encontrar um amigo que se encerre na prisão e que sua cabeça responda pela minha, me dará, ó rei, a licença?
– Quantos dias você precisa? – perguntou o rei.
– Dez dias.
– Se há alguém que responda por você, lhe darei vinte dias.

Aquela mesma tarde o réu se pôs a caminho, pois um amigo se tornou o prisioneiro. Passaram-se 10 dias, 12, 15, 19 dias, chegou o 20º dia e tudo estava pronto para a execução e o condenado não chegava.
Dionísio foi à prisão, encontrou o substituto do réu com bom humor.


– Você sabe que dia é hoje? – perguntou o rei.
– Eu sei, ó rei Dionísio, é o 20º dia.
– Você sabe que morrerá às 12 horas. E você não teme a morte?
– Sei que não morrerei.
– Por acaso você espera que eu lhe perdoe?
– Não; espero que meu amigo volte e tenho certeza que virá.
Dionísio contemplou-o cheio de assombro e, admirado pela certeza daquele homem, permaneceu mudo por um grande espaço de tempo.
Pouco antes de soar a hora fatal, conduzira o réu ao lugar da execução e Dionísio seguiu o acompanhamento até o cadafalso.

O verdadeiro condenado não se apresentava. O carrasco afiava a espada homicida com que lhe havia de cortar a cabeça.

A hora se aproximava, quando de repente ouviram um grito:
– Esperem! Esperem! – E foi então visto um homem a toda pressa abrindo caminho entre a multidão.
Com efeito, chegara o verdadeiro réu
ao pé do cadafalso e atirando-se aos pés do rei, exclamou: "Obrigado! Obrigado!" Depois abraçou a seu amigo, e dirigindo-se ao carrasco, disse:
– Aqui está minha cabeça, corte-a.
– Não, eu lhe perdoo – acudiu o rei. Mas há uma condição: vocês são dois amigos, quero que de agora em diante sejamos três.
Deus é digno de tal fidelidade.


AUTOR DESCONHECIDO

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Recomeço

                                                                                                                                                                                           
Tem que começar de novo sim!
Se a caminhada está difícil, se percebeu que pegou o caminho errado, tem que dar meia volta e procurar um novo rumo.
Nessa busca, não há espaço para o orgulho, por isso, pergunte, informe-se, converse, quem já amou e foi feliz, nunca se esquece.

Tem que reerguer-se sim!
Nada de ficar no chão, esperando a misericórdia ou a piedade de sabe-se lá de quem.
O chão é o demarcador da derrota e também da vitória.
Muita gente aproveitou a queda para crescer, porque será diferente com você?
Olhe para o horizonte com novas lentes, com olhos coloridos pela esperança.
Com sonhos e desejos dessa criança, que habita em cada um de nós, e insiste, em fazer de cada problema, um tijolinho, que será usado na reconstrução de nós mesmos, nos projetos mais ambiciosos ou nos sonhos de simplicidade.

E já que o tempo não coloca limites, não são os outros e nem mesmo a sua idade, que vão impedir o seu crescimento, pois quando você quer, você pode.
Se precisava de um recado, ele chegou, se precisava de um estímulo, aqui está, se queria uma força renovadora, ela se apresenta, é o dia de hoje, cheio de possibilidades, que se apresenta como presente único, aproveite-o, cresça e apareça.
A vida te saúda e bate palmas para sua decisão, de recomeçar mais leve, cheio de razão, com alma limpa e desejos de renovação, sem nunca perder a ternura, vivendo com emoção.
Sempre é tempo de ouvir o seu coração.

Autor Desconhecido

Jesus está no controle
A vida é cheia de surpresas. Coisas novas acontecem conosco a cada novo dia.
Deus está no controle, por isso é possível viver em paz.
Saber que existe um Deus sábio, que não perde o controle de nada que acontece é um consolo. Ainda que as tempestades balancem o barco de sua vida, tenha a certeza de que você chegará ao porto desejado. Faça sua parte, no sentido de crer em Deus de todo o seu coração.
O restante Ele fará por você mediante seu amor, poder e sabedoria.
Assim como o sol e a lua são governados por Deus, sua vida está no Seu controle.
Não há o que temer. Viva em paz e segurança, sempre confiando no Deus infinitamente maior que seus problemas.

AUTOR DESCONHECIDO

Leia Também: Comece de novo!

sábado, 7 de janeiro de 2012

Abra a geladeira



Aquele homem estava diante de uma pia lotada de pratos, talheres e panelas para lavar. Confabulava consigo próprio, contrariado, e perguntando mentalmente porque enviuvara. Por que a esposa o deixara tão cedo?

Agora ele estava ali, arrumando cozinha, com cinco filhos pequenos para cuidar, sentindo-se pressionado com a quantidade de afazeres domésticos e o barulho ensurdecedor das crianças. E, ao mesmo tempo, perguntava-se como era possível a uma mulher dar conta de tanto serviço: era o almoço, as roupas para lavar e passar, a casa por limpar, a educação dos filhos, os afazeres da escola de cada um, sem contar a atenção ao marido... E como se sentiria em relação a si mesma?

Porém, estava contrariado. O filho menor o indagava o tempo todo onde estava o outro irmão. Eles brincavam de esconde-esconde e a todo momento o filho lhe perguntava onde o irmão teria se escondido. Mas, a irritação do pai, tornava a pergunta repetida, insuportável.

Nesta pressão toda, toca a campainha. Ele vai atender e depara-se com um mendigo, que lhe pede um prato de comida.

Ele diz não ter comida.

O mendigo insiste que deve haver algo na geladeira. Sua irritação vai ao extremo diante daquilo que ele julga uma petulância: um mendigo insistir por um prato de comida. Com isso descarrega-lhe todo seu nervosismo, indagando quem ele pensa que é para lhe ordenar tal coisa.

O mendigo, então, explica que sua esposa (e pergunta por ela, sendo esclarecido sobre a morte da esposa) sempre lhe atendera com carinho e que sempre buscava na geladeira algo para lhe oferecer. Ele não tinha residência e todo mês passava por ali, detalhando o atendimento da esposa para com ele. E insiste pedindo que abra a geladeira. Ele, muito nervoso e afirmando não haver nada na geladeira, resolve por ir abri-la para mostrar ao intruso que nada havia a lhe servir.

No momento em que abre a geladeira, dá um grito. O filho pequeno estava lá dentro, escondido; abriu, entrou e fechou por dentro, porém, não conseguia abrir...

Foi aquela correria até o hospital. O médico atendente afirma, então, que o garoto foi salvo por segundos...
Somente aí ele pode compreender a vinda do mendigo até sua casa exatamente naquela hora. E como o gesto de sua esposa repercutiu em favor do filho.

As aparentes contrariedades nada mais são que providências a nosso favor.

Quantas pessoas não se livram de acidentes ou dissabores diante de um fato inesperado que lhes impede de prosseguir viagem ou tomar determinadas iniciativas.

Portanto, cabe prestar atenção nos detalhes. Prestar atenção nos acontecimentos à nossa volta, para entender que muitos deles estão sinalizando simplesmente a proteção que precisamos, embora se apresentem com aparência de tribulação, dificuldade ou algo que encaremos contra nós.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Blog Retrô




O texto que mais gosto é Coração Amassado – até bem pouco tempo atrás, descontava minha raiva e frustração nas pessoas mais próximas, nas que eu mais gostava. É tão fácil fazer isso, não é mesmo? Talvez porque lá no fundo a gente sabe que essas pessoas nos perdoarão. Certamente que sim. Um pedido de desculpas resolve o mal-estar,  mas e a marca? A pisada no coração? Quem pode apagar? Que tal nos colocarmos no lugar das pessoas que magoamos em nossos acessos de raiva?

 Depois que conheci este texto, repensei em muitas das minhas atitudes, tenho me controlado muito mais, tenho sido outra pessoa.

A postagem mais difícil é  A Sala de Espera de Deus – é difícil, mas ao mesmo tempo reconfortante. Difícil porque é difícil esperar, exercitar a paciência. Mas é reconfortante saber que Deus está no controle de tudo, que Ele tem o melhor para nós, que Ele nunca se atrasa. Que o tempo que está a demorar é o tempo que Deus está a moldar nossa fé, nos preparando, para a vitória. Porque a nossa bênção é como o botão de uma rosa, você não pode se antecipar e abrir o botão. No tempo certo ele desabrocha e podemos apreciar sua beleza e perfume.

"Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu..." (Eclesiastes 3.1)

A postagem que recebeu mais visitas foi Um lápis na mão de Deus – quem somos nós para sabermos o caminho certo? Como a gente vai saber o que encontrar lá na frente? Deus escreve nossa história a lápis porque embora Ele nos mostre o caminho a seguir, muitas vezes somos teimosos e tomamos as rédeas da situação e tentamos nós mesmos resolver os nossos problemas. Mas em vez de resolver, acabamos piorando tudo. Mas Deus com seu imenso amor, apaga nossos erros e reescreve nossa história.




Qual a sua palavra para 2012?



Seguindo a dica que vi lá no blog da Rita, Qual a sua palavra para 2012?

A minha certamente é FÉ e PERSEVERANÇA. Fé para continuar firme nas promessas que Deus tem me falado, embora eu não veja nada acontecendo (ainda). Coisas que às vezes parecem tão difíceis,  até mesmo impossíveis. Mas eu sei que nada é impossível para Deus.

"Fé é a certeza das coisas que esperam, e a prova das coisas que não se vêem" (Hb 11:1)
"Ver não é crer. Ver é ver. Crer é confiar sem ter visto."
G Campbell Morgan




Perseverança para continuar lutando  pelos meus objetivos, meus projetos de vida.

"Desistir é uma solução permanente para um problema temporário".
James MacArthur 

“Você pode optar hoje pela persistência e pela atitude de superar os obstáculos, não importando quão difíceis e complicados possam ser; você pode optar por se mover entusiasticamente para a frente e acreditar que nada – mas absolutamente nada – virá desencorajá-lo.”                                                                                                                                                                                                                             David Franckel

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Como falar com Deus?



Aprendendo a conversar com Deus

Para conversar com Deus é preciso antes de tudo aprender a estar em silêncio.

Muitos se queixam que não conseguem ouvir a voz de Deus e, portanto, não há nenhum mistério. Deus nos fala. Mas geralmente estamos tão preocupados em falar, falar e falar, que Ele simplesmente nos ouve. Se falamos o tempo todo, nada mais natural que ouvirmos o som da nossa própria voz. Enquanto nosso eu estiver dominando, só ouviremos a nós mesmos. A maneira mais simples de orar é ficar em silêncio, colocar a alma de joelhos e esperar pacientemente que a presença de Deus se manifeste. E Ele vem sempre. Ele entra no nosso coração e quebranta nossas vidas. Quem teve essa experiência um dia, nunca se esquecerá. Nosso grande problema é chegar na presença de Deus para ouvir somente o que queremos. Geralmente quando chegamos a Ele para pedir alguma coisa, já temos a resposta do que queremos. Não pedimos que nos diga o que é melhor para nós, mas dizemos a Ele o que queremos e pedimos isso. É sempre nosso eu dominando, como se inversamente, fôssemos nós deuses e que Ele estivesse à disposição simplesmente para atender a nossos desejos. Mas Deus nos ama o suficiente para não nos dar tudo o que queremos, quando nos comportamos como crianças mimadas. Deus nos quer amadurecidos e prontos para a vida.

Quem é Deus e quem somos nós? Quem criou quem e quem conhece o coração de quem?

Somos altivos e orgulhosos.

Se Deus não nos fala é porque estamos sempre falando no lugar dEle. Portanto, se quiser conversar com Deus, aprenda a estar em silêncio primeiro. Aprenda a ser humilde, aprenda a ouvir. E aprenda, principalmente, que Sua voz nos fala através de pessoas e de fatos e que nem sempre a solução que Ele encontra para os nossos problemas são as mesmas que impomos. Deus também diz "não" quando é disso que precisamos. Ele conhece nosso coração muito melhor que nós, pois vê dentro e vê nosso amanhã. Ele conhece nossos limites e nossas necessidades. A bíblia nos dá este conselho: "quando quiser falar com Deus, entra em seu quarto e, em silêncio, ora ao Teu Pai." Eis a sabedoria Divina, a chave do mistério e que nunca compreendemos. Mas ainda é tempo...Encontramos no livro de Provérbios a seguinte frase: "as palavras são prata, mas o silêncio vale ouro." A voz do silêncio é a voz de Deus. E falar com Ele é um privilégio maravilhoso acessível a todos nós.

Você vale muito


- Venho aqui, professor, porque me sinto tão pouca coisa, que não tenho forças para fazer nada. Dizem-me que não sirvo para nada, que não faço nada bem, que sou lerdo e muito idiota. Como posso melhorar? O que posso fazer para que me valorizem mais?

O professor, sem olhá-lo, disse-lhe:
- Sinto muito meu jovem, mas não posso te ajudar. Devo primeiro resolver meu próprio problema. Talvez depois.

E fazendo uma pausa falou:
- Se você me ajudasse, eu poderia resolver meu problema com mais rapidez, e depois talvez possa te ajudar.
- Cla...Claro, professor - gaguejou o jovem.
Mas se sentiu outra vez desvalorizado e hesitou em ajudar seu professor. O professor tirou um anel que usava no dedo pequeno, deu ao garoto e disse:

- Monte no cavalo e vá até o mercado. Devo vender esse anel porque tenho que pagar uma dívida. É preciso que obtenhas pelo anel o máximo possível, mas não aceite menos que uma moeda de ouro. Vá e volte com a moeda o mais rápido possível!

O jovem pegou o anel e partiu. Mal chegou ao mercado e começou a oferecer o anel aos mercadores. Eles olhavam com algum interesse, até quando o jovem dizia o quanto pretendia pelo anel. Quando o jovem mencionava uma moeda de ouro, alguns riam, outros saiam sem ao menos olhar para ele, mas só um velhinho foi amável a ponto de explicar que uma moeda de ouro era muito valiosa para comprar um anel. Tentando ajudar o jovem, chegaram a oferecer uma moeda de prata e uma xícara de cobre, mas o jovem seguia as instruções de não aceitar menos que uma moeda de ouro, e recusava as ofertas.

Depois de oferecer a joia a todos que passaram pelo mercado, e abatido pelo fracasso, montou no cavalo e voltou. O jovem desejou ter uma moeda de ouro para que ele mesmo pudesse comprar o anel, livrando o professor de sua preocupação e assim podendo receber ajuda e conselhos.

- Professor, sinto muito, mas é impossível conseguir o que me pediu. Talvez pudesse conseguir 2 ou 3 moedas de prata, mas não acho que se possa enganar ninguém sobre o valor do anel.
- Que coisa importante o que disse agora, meu jovem! - contestou sorridente - Devemos saber primeiro o valor do anel. Volte a montar no cavalo e vá até o joalheiro. Quem melhor para saber o valor exato do anel?! Diga que quer vender o anel e pergunte quanto ele te dá por ele. Mas não importa o quanto ele te ofereça, não o venda... Volte aqui com meu anel.
O jovem foi até o joalheiro e lhe deu o anel para examinar. O joalheiro examinou o anel com uma lupa, pesou o anel e disse:

- Diga ao seu professor que se ele quer vender agora, não posso dar mais que 58 moedas de ouro pelo anel.

- 58 MOEDAS DE OURO!!! - exclamou o jovem.

- Sim! - replicou o joalheiro - Eu sei que com tempo eu poderia oferecer até 70 moedas, mas se a venda é urgente...

O jovem correu emocionado à casa do professor para contar o que ocorreu.

- Senta, rapaz! - disse o professor, e depois de ouvir tudo que o jovem lhe contou, disse:

- Meu amiguinho, você é como esse anel: uma joia valiosa e única. E que só pode ser avaliada por um "expert". Você pensava que qualquer um podia descobrir o seu verdadeiro valor?

E dizendo isso, voltou a colocar o anel no dedo.
- Todos somos como esta joia: Valiosos e únicos, e andamos por todos os mercados da vida pretendendo que pessoas inexperientes nos valorizem. Lembre que "ninguém pode te fazer sentir inferior sem teu consentimento".

"Por preço fostes comprados; não vos torneis escravos de homens"
 1Cor. 7:23.


Se os outros não te dão valor, lembre que há um grande EXPERT que te considera uma jóia preciosa... JESUS!!!
E olha que foram bem mais que TONELADAS de moedas de ouro o preço que pagou por ti!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...