domingo, 30 de janeiro de 2011

Conversando com Deus

 saber ouvir, Deus fala, esperar resposta Deus



Nyx Martinez

Orar é simples, é como ter um diálogo com alguém. É como conversar ao telefone ou digitar on-line. Não dá para ver com quem você está conversando, mas transmite a sua mensagem através das linhas telefônicas, e as respostas lhe são enviadas da mesma maneira.
O que acha que a pessoa com quem estivesse conversando ao telefone pensaria se você dissesse tudo o que queria e depois desligasse sem ouvir a resposta? Ou se perguntasse algo no chat room e depois saísse antes da pessoa responder? E se pedisse a opinião da pessoa e depois desligasse o celular sem lhe dar uma chance de falar? Se você tivesse esse hábito, a pessoa provavelmente pararia de tentar se comunicar com você.

Então imagine como é que Deus deve Se sentir cada vez que você fala com Ele e depois termina a conversa sem Lhe dar uma chance de participar. De acordo com o dicionário, diálogo significa "fala entre duas ou mais pessoas; conversação; troca de idéias, opiniões".
Falar com alguém. Conversação. Obviamente imagina-se uma situação em que ambos falam. Eu faço uma pergunta, você responde. Você faz uma pergunta, eu respondo. Eu contradigo a sua resposta e você a defende. Finalmente chegamos a um consenso. Essa é uma das maneiras de se conversar.

Então por que deveríamos estranhar uma conversa normal com Deus? Ele ouve o tempo todo, e só espera que você O inclua na troca de idéias. Digamos que você tem uma dúvida... Ele tem a resposta perfeita. Mas você tem que permanecer on-line e esperar até recebê-la.
Será que Deus fala? Será que dá para ouvir? A resposta a esta pergunta talvez você tenha que descobrir por si mesmo. E quando começar a experimentar, verá que, assim como nas conversas ao telefone, no computador e na Internet, conversar com Deus também vicia.

Quando Orar é Ouvir

Pensamentos de David Brandt Berg

Oração não é só se ajoelhar e falar o que quer para Deus, mas dar-Lhe uma oportunidade de falar o que Ele pensa também, e esperar as respostas!
Você precisa aprender a falar com o Senhor, e acima de tudo a ouvir. O rei não deveria ter que ficar correndo atrás dos seus súditos gritando para tentar fazê-los segui-lO. Jesus é o Rei dos reis, então você deveria chegar-se a Ele em silêncio e com respeito, apresentar a sua petição sinceramente e esperar sossegadamente até Ele responder.

Eu adoro ficar a sós com o Senhor, porque consigo ouvir Deus tão nitidamente quando estou sozinho e quieto! O Senhor fala com uma voz mansa e suave, porém bem definida, bem firme e amorosa. Mas se você estiver fazendo barulho demais, não vai conseguir ouvi-lO!
Você precisa entender que não dá conta de resolver os seus problemas. Precisa ficar desesperado para obter as respostas de Deus, parar tudo e ouvir. Tome tempo para ouvir Deus e Ele tomará tempo para resolver o problema.



Leia Também: Sussurro de Deus

Damares- Sabor de Mel



Cada um tem de mim exatamente o que cativou, e cada um é responsável pelo que cativou. Não suporto falsidade e mentira; a verdade pode machucar, mas é sempre mais digna.
Charles Chaplin

O que vale não é o quanto se vive...
Mas como se vive...
Martin Luther King Junior

Não me ame pela beleza, pois um dia ela acaba.
Não me ame por admiração, pois um dia você se decepciona.
Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação.
Madre Teresa de Calcutá.

Inocência



Uma menininha, diariamente, vai e volta andando até a escola.

Apesar do mau tempo daquela manhã e de nuvens estarem se formando,
ela fez seu caminho diário.

Com o passar do tempo, os ventos aumentaram e junto os raios e trovões.

A mãe pensou que sua filhinha poderia ter muito medo no caminho de volta, pois ela mesma estava assustada com os raios e trovões.

Preocupada, a mãe rapidamente entrou em seu carro e dirigiu pelo caminho em direção à escola.

Logo ela avistou sua filhinha andando, mas, a cada relâmpago, a criança parava, olhava para cima e sorria!

Outro e outro trovão e, após cada um, ela parava, olhava para cima e sorria!

Finalmente, a menininha entrou no carro e a mãe curiosa foi logo perguntando:

-O que você estava fazendo?

A garotinha respondeu:

-Sorrindo! Deus não pára de tirar fotos minhas!

Deixemos que toda inocência floresça em nossos corações para podermos ver a bela e real felicidade que está nos momentos de simplicidade...

Amor em versos - A carta de amor do Pai

Deus eterno, Jesus Cristo, prova amor


Minha criança, 


Tu podes não me conhecer, porém eu sei tudo sobre ti (Sl. 139.1)
Eu sei quando te deita e quando levanta-se (Sl. 139:2)
Eu conheço todos os teus caminhos (Sl. 139:3)
Até os cabelos de tua cabeça são contados (Mt. 10:29-31)
Tu fostes feito à minha imagem (Gn. 1:27)
Em mim tu vives e move-se, e tens existido (At. 17:28)
Por seres tu minha descendência (At. 17:28)
Eu já te conhecia bem antes da tua concepção (Jr. 1:4-5)
E te escolhi quando planejava a criação (Ef. 1:11-12)
Tu não és um erro, pois todos os teus dias foram escritos em Meu livro (Sl. 139:15-16)

Eu determinei a hora exata de teu nascimento e quanto deverias viver (At. 17:26)
Tu fostes feito de forma admirável e maravilhosa (Sl. 139:14)
E te formei no ventre de tua mãe (Sl. 139:13)
E te tirei do ventre da tua mãe no dia em que nascestes (Sl. 71:6)
Eu tenho sido mal-interpretado por aqueles que não me conhecem (Jo. 8:41-44)
Eu não me encontro distante nem estou furioso, porém sou a completa expressão de amor (I Jo. 4:16)
E é meu desejo gastar meu amor em ti, simplesmente porque és minha criança, e eu teu Pai (I Jo. 3:1)
Eu te ofereço mais que teu pai terrestre jamais poderia oferecer (Mt. 7:11)
Pois sou Eu, o Pai perfeito (Mt. 5:48)
Cada bom presente que recebes vem de minha mão (Tg. 1:17)
Pois sou Aquele que provê e encontra todas as tuas necessidades (Mt. 6:31-33)
Meu plano para teu futuro foi, desde sempre, preenchido com esperança (Jr. 29:11)

Pois Eu te amo com todo eterno amor (Jr. 31:3)
Meus pensamentos para contigo são incontáveis, como a areia da praia (Sl. 139:17-18)
E Eu me regozijo contigo em canções (Sf. 3:17)
E nunca irei parar de lhe fazer o bem (Jr. 32:40)
Pois és propriedade de Meu tesouro (Ex. 19:5)
Eu desejo me estabelecer em ti com todo meu coração e toda minha alma (Jr. 32:41)
E desejo lhe mostrar grandes e maravilhosas coisas (Jr. 33:3)
Se me procurardes com todo o teu coração, encontrar-me-á (Dt. 4:29)
Alegre-te em mim e Eu te darei todos os desejos de teu coração (Sl. 37:4)
Pois Eu é quem te coloco estes desejos (Fp. 2:13)
E sou capaz de fazer mais por ti do que jamais poderia imaginar (Ef. 3:20)
Pois sou Eu teu maior encorajador (II Ts. 2:16-17)
Eu sou o Pai que lhe conforta em todos os problemas (II Co. 1:3-4)
Quando estás quebrantado, Eu estou próximo de ti (Sl. 34:18)
Como um pastor que leva um cordeiro, Eu lhe tenho carregado junto ao coração (Is. 10:11)

Um dia irei secar cada lágrima de teus olhos e afastar de ti toda a dor que teve sofrido nesta terra (Ap. 21:3-4)
Eu sou teu Pai, e te amo tal como meu filho, Jesus (Jo. 17:23)
Pois em Jesus, meu amor a ti foi revelado (Jo. 17:26)
E Ele é a exata representação de Meu ser (Hb. 1:3)
Ele veio para demonstrar que Eu estou por ti, não contra ti (Rm. 8:31)
E para dizer que não estou contando teus pecados (II Co. 5:18-19)
Jesus morreu para que tu e Eu, então, pudéssemos nos reconciliar (I Co 5:18-19)
Sua morte foi o ultimato da minha expressão de amor por ti (I Jo. 4:10)
Eu desisti de tudo que amava para poder ganhar o teu amor (Rm. 8:31-32)
Se recebes o presente de meu filho Jesus, recebes a mim (I Jo. 2:23)

Então, nada irá te separar de meu amor novamente (Rm. 8:38-39)
Venha e irei Eu fazer a maior festa que nos céus já foi vista (Lc. 15:7)
Eu sempre fui teu Pai, e sempre serei teu Pai (Ef. 3:14-15)
Minha pergunta é... Serás tu minha criança? (Jo. 1:12-13)
Eu estou aguardando por ti (Lc. 15:11-32)

Com amor, do seu Deus e Pai, Todo Poderoso.


Leia Também: Você é importante para Deus!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O tijolo



Um jovem e bem sucedido executivo dirigia, em alta velocidade, sua nova Ferrari.
De repente um tijolo espatifou-se na porta lateral da Ferrari!
Freou bruscamente e deu ré até o lugar de onde teria vindo o tijolo.
Saltou do carro e pegou bruscamente uma criança, empurrando-a contra um veículo estacionado e gritou:
- Por que isso? Quem é você? Que besteira você pensa que está fazendo?
Este é um carro novo e caro. Aquele tijolo que você jogou vai me custar muito dinheiro. Por que você fez isto?
- Por favor senhor, me desculpe, eu não sabia mais o que fazer!
Implorou o pequeno menino.
- Ninguém estava disposto a parar e me atender neste local. Lágrimas corriam do rosto do garoto, enquanto apontava na direção dos carros estacionados.
- É meu irmão. Ele desceu sem freio e caiu de sua cadeira de rodas e não consigo levantá-lo.
Soluçando, o menino perguntou ao executivo:
- O senhor poderia me ajudar a recolocá-lo em sua cadeira de rodas? Ele está machucado e é muito pesado para mim.
Movido internamente muito além das palavras, o jovem motorista engolindo "um imenso nó" dirigiu-se ao jovenzinho, colocando-o em sua cadeira de rodas. Tirou seu lenço, limpou as feridas e arranhões, verificando se tudo estava bem.
- Obrigado e que Deus possa abençoá-lo, agradeceu a criança. O homem viu então o menino se distanciar... empurrando o irmão em direção à casa.
Foi um longo caminho até a Ferrari. Um longo e lento caminho de volta. Ele nunca consertou a porta amassada. Deixou assim para lembrá-lo de não ir tão rápido pela vida, que alguém precisasse atirar um tijolo para obter a sua atenção...


"Deus sussurra em nossas almas e fala aos nossos corações. Algumas vezes, quando não temos tempo de ouvir, ELE tem de jogar um Tijolo em nós"


Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; Mateus 7:24

Janela suja



Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo.

Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:

- Que lençóis sujos ela está pendurando no varal!

- Está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!

O marido observou calado.

Alguns dias depois, novamente, durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido:

- Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!

E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.

Passado um tempo a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido:

- Veja, ela aprendeu a lavar as roupas, será que outra vizinha ensinou

O marido calmamente respondeu:

- Não, hoje eu levantei mais cedo e lavei os vidros da nossa janela!

E assim é.

Tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos.

Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir, verifique seus próprios defeitos e limitações. Olhe antes de tudo, para sua própria casa, para dentro de você mesmo.

Só assim poderemos ter noção do real valor de nossos amigos.

Lave sua vidraça.

Abra sua janela.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

O professor ateu

Esta é uma história verdadeira que aconteceu há alguns anos atrás, na Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos.
Havia um professor de filosofia que era um ateu convicto. Sempre sua meta principal era tomar um semestre inteiro para provar que Deus não existe.
Os estudantes sempre tinham medo de argüi-lo por causa da sua lógica impecável.
Por 20 anos ensinou e mostrou que jamais haveria alguém que ousasse contrariá-lo, embora, às vezes surgisse alguém que o tentasse, nunca o venciam.
No final de todo semestre, no último dia, fazia a mesma pergunta à sua classe de 300 alunos:
- Se há alguém aqui que ainda acredita em Jesus, que fique de pé!
Em 20 anos ninguém ousou levantar-se. Sabiam o que o professor faria em seguida. Diria:
- Porque qualquer um que acredita em Deus é um tolo! Se Deus existe impediria que este giz caísse ao chão e se quebrasse. Esta simples questão provaria que Ele existe, mas, não pode fazer isso!
E todos os anos soltavam o giz, que caia ao chão partindo-se em pedaços. E todos os estudantes apenas ficavam quietos, vendo a demonstração.

A maioria dos alunos pensavam que Deus poderia não existir.
Certamente, havia alguns cristãos, mas, todos tiveram muito medo de ficar de pé.
Bem... Há alguns anos atrás chegou a vez de um jovem cristão que tinha ouvido sobre a fama daquele professor.
O jovem estava com medo, mas, por 3 meses daquele semestre orou todas as manhãs, pedindo que tivesse coragem de se levantar, não importando o que o professor dissesse ou o que a classe pensasse. Nada do que dissessem abalaria sua fé... Ao menos era seu desejo.
Finalmente o dia chegou. O professor disse:
- Se há alguém aqui que ainda acredita em Jesus, que fique de pé!
O professor e os 300 alunos o viram, atônitos, o rapaz levantar-se no fundo da sala.
O professor gritou:
- Você é um TOLO!!! Se Deus existe impedirá que este giz caia ao chão e se quebre!
E começou a erguer o braço, quando o giz escorregou entre seus dedos, deslizou pela camisa, por uma das pernas da calça, correu sobre o sapato e ao tocar no chão simplesmente rolou, sem se quebrar.
O queixo do professor caiu enquanto seu olhar, assustado, seguia o giz.
Quando o giz parou de rolar levantou a cabeça... Encarou o jovem e... Saiu apressadamente da sala.
O rapaz caminhou firmemente para frente de seus colegas e, por meia hora, compartilhou sua fé em Jesus. Os 300 estudantes ouviram, silenciosamente, sobre o amor de Deus por todos e sobre Seu poder através de Jesus.

domingo, 23 de janeiro de 2011

QUEM É JESUS??




Para o cego, Jesus é luz.
Para o faminto, Jesus é o pão.
Para o sedento, Jesus é a fonte.
Para o morto, Jesus é a vida.
Para o enfermo Jesus é a cura.
Para o prisioneiro, Jesus é a liberdade.
Para o solitário, Jesus é o companheiro.
Para o mentiroso, Jesus é a Verdade.
Para o viajante, Jesus é o caminho.
Para o visitante, Jesus é a porta.
Para o sábio, Jesus é a sabedoria.
Para a medicina, Jesus é o médico dos médicos.
Para o biólogo: É a vida.
Para o réu, Jesus é o advogado.
Para o advogado, Jesus é o Juiz.
Para o Juiz, Jesus é a justiça.
Para o estadista: Jesus é o desejo de todas as nações.
Para o cansado: Jesus é o alívio.
Para o medroso: Jesus é a coragem.
Para o agricultor: Jesus é a árvore que dá fruto.
Para o pedreiro: Jesus é a pedra principal.
Para o construtor: Jesus é o firme fundamento.
Para o carpinteiro: Jesus é a porta.
Para o jardineiro: Jesus é a rosa de Saron.
Para o floricultor: Jesus é o lírio dos vales.
Para o horticultor: Jesus é a videira verdadeira.
Para o joalheiro: Jesus é a pérola de grande preço.
Para o padeiro: Jesus é o pão da vida.
Para o tristonho: Jesus é a alegria.
Para o leitor: Jesus é a palavra.
Para a gramática, Jesus é o verbo.
Para o pobre: Jesus é o tesouro.
Para o devedor: Jesus é o perdão.
Para o aluno: Jesus é o professor.
Para o professor, Jesus é o mestre.
Para o fraco: Jesus é a força.
Para o forte: Jesus é o vigor.
Para o inquilino: Jesus é a morada.
Para o incrédulo; Jesus é a prova.
Para o fugitivo: Jesus é o esconderijo.
Para o obstinado: Jesus é o conselheiro.
Para o navegante: Jesus é o capitão.
Para o soldado: Jesus é o general.
Para a ovelha: Jesus é o bom pastor.
Para o problemático: Jesus é a solução.
Para o holocausto: Jesus é o cordeiro.
Para o sábado: Jesus é o Senhor.
Para o astrônomo: Jesus é a estrela da manhã.
Para os magos: Jesus é a estrela do oriente.
Para o mundo: Jesus é o salvador.
Para o pecador: Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado.
Para Pedro: Jesus é o Cristo, Filho do Deus vivo.
Para Tomé: Jesus é Senhor meu, e Deus meu.
Para Judas: Jesus é inocente.
Para os demônios: Jesus é o santo de Deus.
Para Deus: Jesus é o Filho amado.
Para o tempo: Jesus é o relógio de Deus.
Para o relógio: Jesus é a última hora.
Para Israel: Jesus é o Messias.
Para as nações: Jesus é o desejado.
Para a Igreja: Jesus é o noivo amado.
Para o vencedor: Jesus é a coroa.
Para um cristão verdadeiro: Jesus é tudo!

Coração Amassado




Algumas pessoas, por causa do seu caráter impulsivo, magoam outras pessoas, geralmente a quem amam e que estão mais próximas. Na maioria das vezes, depois desses incidentes se sente envergonhadas e, às vezes, procuram consolar a quem tinha magoado.
Um dia, minha professora me viu pedindo desculpas, depois de uma explosão de raiva e entregou-me uma folha de papel lisa e disse:
- Amasse-a!
Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha. A professora me disse novamente:
- Agora a deixe como estava antes.
Óbvio que não pude deixá-la como antes. Por mais que tentasse, o papel continuava cheio de rugas.
A professora me disse:
- O coração das pessoas é como esse papel. A impressão que neles deixamos será tão difícil de apagar como esses amassados.
Assim, aprendi a ser mais compreensiva e mais paciente.
Quando sinto vontade de estourar, lembro-me daquele papel amassado.
A impressão que deixamos nas pessoas é impossível de apagar. Quando magoamos alguém com nossas ações ou com nossas palavras, logo queremos consertar o erro, mas é tarde demais…
Alguém já me disse:
“Fale somente quando suas palavras possam ser tão suaves como o silêncio.”

As três peneiras



Conta-se que um dia um amigo , foi procurar Sócrates ,o célebre filosofo grego , desejando contar lhe uma “coisa” sobre a vida de um outro amigo comum .

- Quero te contar algo sobre o nosso amigo Andréas , que vai te deixar boquiaberto .
- Espera, interrompeu o filósofo. Passaste o que vais me contar pelas três peneiras?
- Três peneiras? Indagou o interlocutor, que três peneiras?
- Primeira peneira: A “coisa” que vais me contar é verdadeira?
- Eu assim creio, pois me foi contado por alguém de confiança – respondeu o amigo.
- Bem, alguém te disse... Vejamos a Segunda peneira: A “coisa” que tu pretendes me contar é boa?

O outro hesitou, titubeou e respondeu:

- Não, exatamente.

Sócrates continuou sua inquisição;

- Isso começou a me esclarecer, verifiquemos a terceira peneira que é a prova final:

O que tu tinhas a intenção de me contar é de utilidade tanto para mim, como para o nosso amigo Andréas e para ti mesmo?
- Não, não, não.
- Então meu caro – disse Sócrates – A “coisa” que tu pretendias me contar não é certamente verdadeira, nem boa, nem útil.

Assim sendo, não tenho a intenção de conhecê-la e aconselho-te que não procures veiculá-las.
A cada dia somos alvo de pessoas com grande desejo de contar-nos “coisas” a respeito dos outros. Devemos fazer o teste das “três peneiras”

1. – É verdade?
2. – É bom?
3. – É útil?


Caso negativo, devemos simplesmente evitar que sejamos parte integrante nas bisbilhotices e mexericos de pessoas ávidas de novidades sobre a vida alheia.
A bíblia nos ensina a refrear nossa língua, a não falar mal dos outros.

As três árvores




Havia no alto da montanha três árvores, que sonhavam o que seriam depois de grandes.

A primeira, olhando as estrelas disse:
“Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouro”.
A segunda, olhando o riacho suspirou e disse:
“Eu quero ser um navio grande para transportar os reis e as rainhas”.
A terceira olhou para o vale e disse:
“Eu quero ficar aqui, no alto da montanha e crescer tanto que as pessoas, ao olharem para mim, levantem os olhos e pensem em Deus”.

Muitos anos se passaram e, certo dia três lenhadores cortaram as árvores, todas três ansiosas em serem transformadas naquilo que sonharam, mas os lenhadores não costumavam ouvir ou entender os sonhos...

Que pena!

A primeira árvore acabou sendo transformada em um cocho de animais.
A segunda virou um simples barco de pesca, carregando pessoas e peixes.
A terceira foi cortada em grossas vigas e colocada de lado num deposito.

Então, todas se perguntaram, desiludida e triste:
“Por que isto?”.

Mas, numa bela noite, cheia de luz e de estrela, uma jovem colocou seu bebê recém-nascido naquele cocho de animais e, de repente, a primeira árvore percebeu que tinha maior tesouro do mundo.
A segunda árvore acabou transportando um homem que terminou dormindo no barco, mas quando a tempestade quase afundou o barco, o homem se levantou e disse:
“Paz”.
E num relance, a segunda árvore entendeu que estava transportando o Rei do Céu e da Terra.
Tempos mais tarde, a terceira árvore espantou-se quando as suas vigas foram unidas em forma de cruz, e um homem foi pregado nela. Logo, sentiu-se horrível cruel.
Mas, decorridos apenas três dias, num Domingo, o mundo vibrou de alegria, e a terceira árvore percebeu que nela havia sido pregado um homem para a salvação da humanidade de Deus e de seu filho ao olharem para ela.

As árvores haviam tido sonhos e desejos... Mas suas realizações foram muitas vezes maior daquilo que haviam sonhado.

Portanto, não importa o tamanho do seu sonho; acreditando nele, a vida ficara mais fácil, mais bonita e melhor de ser vivida

Sabedoria

recomeço, perdão, Jesus


Existiam dois amigos mercadores árabes. Um era o Said e o outro Farid. Eles todos os dias saiam juntos para o mercado onde vendiam suas mercadorias. Certo dia no caminho para o mercado, ao passar por cima de um rio, Said decidiu se banhar no rio caudaloso. Aconteceu que ao entrar no rio, ele começou se afogar e seu amigo Farid não mediu esforços para salva-lo, onde finalmente conseguiu salva-lo, graças ao incessante esforço.

Said então pede para seu escravo escrever na pedra o ato heróico do seu amigo da seguinte forma:"Aqui em um ato heróico Farid arriscou vida para salvar seu amigo Said". Dias depois passando pelo mesmo local eles entraram em discussão e nervoso com a discussão Farid deu um tapa na cara de Said, que pára a carroça, desce e no mesmo lugar pede para o mesmo escravo escrever na areia assim: "Aqui em um ato sem pensar Farid agrediu seu amigo Said". O escravo então pergunta:

- Porque a agressão sofrida o senhor escreveu na areia e a outra na pedra? Said responde:
- Os gestos de amor e amizade que recebemos devemos escrever nas pedras para jamais esquecer e os atos sem pensar que sofremos devem ser escritos na areia para que quando vier o vento e a chuva logo estes serão apagados facilmente.

Não importa o que você fez até aqui. Lembre-se, Jesus, está disposto a te perdoar. Ele prometeu jogar nossos erros no fundo do mar. E coloca uma placa dizendo: "Proibido pescar". Faça você também com seu irmão. Perdoe e veras que a amizade dos dois vai melhorar em muito.

Lembre-se somos todos iguais perante Deus.


Leia Também: Felicidade
                        Vale dos Sentimentos

A cadeira

O sacerdote foi chamado para orar por um homem muito enfermo.
Quando o sacerdote entrou no quarto, encontrou o pobre homem na cama com a cabeça apoiada num par de almofadas.
Havia uma cadeira ao lado da cama, fato que levou o sacerdote a pensar que o homem estava aguardando a sua chegada.
- Suponho que estava me esperando? - disse o sacerdote.
- Não, quem é você? - respondeu o homem enfermo.
- Sou o sacerdote que a sua filha chamou para orar por você; quando entrei e vi a cadeira vazia ao lado da sua cama, imaginei que você soubesse que eu viria visitá-lo.
Ah, sim, a cadeira! Entre e feche a porta.
Então o homem enfermo lhe disse:
- Nunca contei para ninguém, mas passei toda a minha vida sem ter aprendido orar.
Não sabia direito como se deve orar.
E nunca dei muita importância para a oração.
Pensava que Deus estava muito distante de mim.
- Assim sendo, há muito tempo abandonei por completo a idéia de falar com Deus.
Até que um amigo me disse: “José, orar é muito simples. Orar é conversar com Jesus,
e isto eu sugiro que você nunca deixe de fazer...você se senta numa cadeira e...coloca outra cadeira vazia na sua frente. Em seguida, com muita fé, você imagina que Jesus está sentado ali, bem diante de você. Afinal Jesus mesmo disse:
- “Eu estarei sempre com vocês”.
- Portanto, você pode falar com Ele e escutá-lo, da mesma maneira como está fazendo comigo agora.
- Pois assim eu procedi e me adaptei à idéia. Desde então, tenho conversado com Jesus durante umas duas horas diárias. Tenho sempre muito cuidado para que a minha filha não me veja... pois me internaria num manicômio imediatamente.
O sacerdote sentiu uma grande emoção ao ouvir aquilo, e disse a José que era muito bom o que estava fazendo e que não deixasse nunca de fazê-lo.
- Em seguida orou com ele e foi embora.
Dois dias mais tarde, a filha de José comunicou ao sacerdote que seu pai havia falecido.
O sacerdote então perguntou:
- Ele faleceu em paz?
- Sim, quando eu estava me preparando para sair, ele me chamou ao seu quarto.
Ele disse que me amava muito e me deu um beijo.
Quando eu voltei das compras, uma hora mais tarde, já o encontrei morto.
Porém há algo de estranho em relação à sua morte, pois aparentemente, antes de morrer, chegou perto da cadeira que estava ao lado da cama e encostou a cabeça nela.
Foi assim que eu o encontrei.
Porque será isto? – perguntou a filha.
O sacerdote, profundamente emocionado, enxugou as lágrimas e respondeu:
- Ele partiu nos braços do seu melhor amigo... Ele foi para os braços do Pai...

A Diferença



Certa vez, um homem sábio fazia um passeio pela praia ao amanhecer, e olhando ao longe, observou um jovem rapaz que parecia dançar ao longo das ondas.
Ao se aproximar, percebeu que o moço pegava as estrelas do mar que estavam na areia e as remessava suavemente de volta para o mar...
Então o homem lhe perguntou:
O que você está fazendo meu jovem?
No que o jovem rapaz respondeu:
O sol está subindo e a maré está baixando e se eu não devolver estas estrelas ao mar, elas irão morrer.
Mas meu caro jovem... Há quilômetros de praias cobertas de estrelas do mar... E você acha que vai conseguir fazer alguma diferença?
O jovem curvando-se lentamente pegou mais uma estrela do mar e lançou-a carinhosamente de volta ao mar, além de arrebentação das ondas, e completou:
Para essa estrela do mar, eu fiz a diferença.

Será que a atitude deste rapaz não nos quer dizer alguma coisa?
Será que não chegou o tempo de deixarmos o comodismo de lado e começarmos a agir, isto é, fazermos a diferença?

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

SENTIMENTOS




O meu coração, quero lhe entregar
Meus sentimentos em seu altar
Minha vida tomou em Seus braços
Guiou-me , tomou conta de meus passos

Em ti encontrei felicidade sem fim
Sei que a todo tempo Você cuida de mim
Sozinha nunca mais ficarei
Pois o amor maior do mundo encontrei

Como um pássaro que deseja voar
Meu coração anseia por te encontrar
Olhar face a face e encontrar o Teu sorriso
Aí então terei certeza de que estou no paraíso

Flores coloridas em um jardim
Assim é o Teu amor por mim
Que perfuma e restaura a beleza
Traz ao olhar amor e pureza

Quero cantar o Teu amor
E pra onde quer que eu for
Levarei junto de mim
O Teu amor sem fim

E não há palavras para dizer
Tudo que sinto por você
Ações não podem demonstrar
Tudo o que posso fazer é te amar

Te amarei hoje e eternamente
Pois em meu coração plantaste e semente
Jamais poderei te esquecer
Pois eu já não existo sem Você.


Patrícia Rodrigues

UMA MÃOZINHA



Passava do meio dia, o cheiro de pão quente invadia aquela rua, um sol escaldante convidava a todos para um refresco. Ricardinho não agüentou o cheiro bom do pão e falou:

- Pai, tô com fome!

O pai, seu Agenor, sem ter um tostão no bolso, caminhando desde muito cedo em busca de um trabalho, olha com os olhos marejados para o filho e pede mais um pouco de paciência.

- Mas pai, desde ontem não comemos nada, eu tô com muita fome pai!

Envergonhado, triste e humilhado em seu coração de pai, Agenor pede para o filho aguardar na calçada enquanto entra na Padaria a sua frente. Ao entrar dirige-se a um senhor no balcão:

- Meu Senhor, estou com meu filho de apenas 6 anos aí na porta com muita fome, não tenho nenhum tostão, pois sai cedo para buscar um emprego e nada encontrei. Eu lhe peço que, em nome de Jesus, me forneça um pão para que eu possa matar a fome desse menino. Em troca, posso varrer o chão de seu estabelecimento, lavar os pratos e copos, ou outro serviço que o senhor precisar.

Amaro, o dono da padaria, estranha aquele homem de semblante calmo e sofrido, pedir comida em troca de trabalho e pede para que ele chame o filho. Seu Agenor, pega o filho pela mão e apresenta-o ao Sr. Amaro, que imediatamente pede que os dois sentem-se junto ao balcão, onde manda servir dois pratos de comida do famoso P.F (Prato Feito): arroz, feijão, bife e ovo.

Para Ricardinho era um sonho comer após tantas horas na rua; para o seu Agenor, uma dor a mais, já que comer aquela comida maravilhosa fazia-o lembrar-se da esposa e mais dois filhos que ficaram em casa apenas com um punhado de fubá. Grossas lágrimas desciam dos seus olhos já na primeira garfada. A satisfação de ver seu filho devorando aquele prato simples como se fosse um manjar dos deuses, e a lembrança de sua pequena família em casa, foi demais para seu coração tão cansado de mais de 2 anos de desemprego, humilhações e necessidades.

Sr. Amaro se aproxima de Agenor e percebendo a sua emoção, brinca para relaxar:

- Maria, sua comida deve tá muito ruim, olha o meu amigo tá até chorando de tristeza desse bife, será que é sola de sapato?

Imediatamente, Agenor sorri e diz que nunca comeu comida tão apetitosa, e que agradecia a Deus por ter esse prazer. Amaro pede então que ele sossegue seu coração, que almoçasse em paz e depois conversariam sobre trabalho. Mais confiante, Agenor enxuga as lágrimas e começa a almoçar, já que sua fome já estava nas costas.

Após o almoço, Amaro convida o Agenor para uma conversa nos fundos da padaria onde havia um pequeno escritório. Agenor conta então que há mais de 2 anos havia perdido o emprego e desde então, sem uma especialidade profissional e sem estudos, ele estava vivendo de pequenos "biscates aqui e acolá", mas que há 2 meses não recebia nada.

Amaro, resolve então contratar o Agenor para serviços gerais na padaria e, penalizado, faz para o homem uma cesta básica com alimentos para pelo menos 15 dias. Agenor com lágrimas nos olhos agradece a confiança daquele homem e marca para o dia seguinte seu início no trabalho.

Ao chegar em casa com toda aquela "fartura", Agenor é um novo homem, sentia esperanças, sentia que sua vida iria tomar novo impulso, Jesus estava lhe abrindo mais do que uma porta, era toda uma esperança de dias melhores.

No dia seguinte, às 5 da manhã, Agenor estava na porta da padaria ansioso para iniciar seu novo trabalho. Amaro chega logo em seguida e sorri para aquele homem que nem ele sabia porque estava ajudando. Tinham a mesma idade, 32 anos, e histórias diferentes, mas algo dentro dele chamava-o para ajudar aquela pessoa. E ele não se enganou. Durante um ano, Agenor foi o mais dedicado trabalhador daquele estabelecimento, sempre honesto e extremamente zeloso com seus deveres.

Um dia, Amaro chama o Agenor para uma conversa e fala da escola que abriu vagas para a alfabetização de adultos um quarteirão acima da padaria, e que ele fazia questão que Agenor fosse estudar. Agenor até hoje não consegue esquecer seu primeiro dia de aula, a mão trêmula nas primeiras letras e a emoção da primeira carta.

Muitos anos se passaram desde aquele primeiro dia de aula, vamos encontrar o Dr. Agenor Baptista de Medeiros, hoje advogado, abrindo seu escritório para seu cliente, e depois outro, e depois mais outro. Ao meio dia ele desce para um café na padaria do amigo Amaro, que fica impressionado em ver o "antigo funcionário" tão elegante em seu primeiro terno.

Mais outros anos se passam e agora o Dr. Agenor Baptista, já com uma clientela que mistura os mais necessitados que não podem pagar e os mais abastados que o pagam muito bem, resolve criar uma instituição que oferece aos desvalidos da sorte que andam pelas ruas, pessoas desempregadas e carentes de todos os tipos, um prato de comida diariamente na hora do almoço. Mais de 200 refeições são servidas diariamente naquele lugar que é administrado pelo seu filho, o agora nutricionista Ricardo Baptista.

Tudo mudou, tudo passou, mas a amizade daqueles dois homens, Amaro e Agenor impressionava a todos que conheciam um pouco da história de cada um. Conta-se até que, aos 82 anos, os dois faleceram no mesmo dia, quase que a mesma hora, morrendo placidamente com um sorriso de dever cumprido.

Ricardinho, o filho, mandou gravar na frente da "Casa do Caminho" que seu pai fundou com tanto carinho: "Um dia eu tive fome, e você me alimentou. Um dia eu estava sem esperanças e você me deu um caminho. Um dia acordei sozinho, e você me deu Deus, e isso não tem preço. Que Deus habite em seu coração, alimente sua alma e te sobre o pão da misericórdia para estender a quem precisar"

domingo, 16 de janeiro de 2011

Orar é preciso




Quando não tiver forças pra orar, SUSSURRE.
Quando não tiver forças para CLAMAR
Use teu gemido, o Espirito Santo INTERPRETA.
Quando achar que não suportará as lutas, INSISTA.
Quando o MEDO tentar te fazer afogar, CREIA.
Quando não conseguir parar de chorar, EXTRAVASE
É bom chorar na presença de DEUS.
Quando pensar que não vais aguentar,
Relembre as PROMESSAS de DEUS para tua vida.
Quando não puder VOAR, SALTE.
Quando não puder SALTAR, CORRA.
Quando não puder CORRER, ANDE.
Quando não puder ANDAR, ARRASTE-SE.
Mas não DESISTA nunca
De chegar ao LUGAR onde estás destinado a ir,
E Esse Lugar é a TERRA DAS PROMESSAS.
Se há GIGANTES para te assustar, Não Temas
DEUS derruba o GIGANTE
E te fará TRIUNFAR.
FORTALEÇA-SE em DEUS e nas suas PROMESSAS


•´¨)"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres,
¸.•´porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te
(¸.•sustento com a destra da minha justiça.

•´¨)Eis que, envergonhados e confundidos serão todos os
¸.•´que se indignarem contra ti; tornar-se -ão em nada, e os
(¸.•que contenderem contigo, perecerão.

•´¨)Buscá-lo-ás, porém, não os acharás; os que pelejarem
¸.•´contigo, tornar-se-ão em nada, e como coisa que não é
(¸.•nada, os que guerrearem contigo.

•´¨)Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão
¸.•´direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo."
(¸.•´¨)¸.•*´¨).•*¨

( Isaias 41:10-13)

Sonho



Sonhei que tinha marcado uma entrevista com DEUS. Ao entrar no céu, Ele foi logo dizendo:
- Gostaria de me entrevistar?
- Se tiver um tempinho, disse eu.
- DEUS sorriu e falou:
- Meu tempo é eterno, o suficiente para fazer todas as coisas. Pode começar.
- O que mais o surpreende na humanidade: perguntei.
DEUS respondeu:
- Que se aborreçam de ser crianças e querem logo crescer, e aí crescem e desejam ser crianças novamente; que acabem com a saúde para fazer dinheiro e depois usam esse mesmo dinheiro para trazê-la de volta; que acreditem que a felicidade foi semeada para apenas alguns e esquecem que fiz todos para serem felizes, basta não se verem como coitados.
Em seguida DEUS segurou minha mão e ficou calado olhando para o infinito. Então perguntei:
- Pai, quais são as lições que gostaria que seus filhos aprendessem?
DEUS com um sorriso respondeu:
- Que não se pode obrigar ninguém a amá-los, mas que podem amar infinitamente; que uma pessoa rica não é a que tem mais, mas a que precisa menos; que aprendam que é preciso segundos para abrir profundas feridas nas pessoas e anos para curá-las; que aprendam a perdoar, praticando o perdão.
Por algum tempo permaneci sentado desfrutando aquele momento. Agradeci a Ele pelo seu tempo e as coisas que ele tem feito.
DEUS simplesmente respondeu:
- Não tem de que, estou sempre aqui, basta me chamar e eu atenderei. Você pode esquecer o que eu te disse, o que eu te fiz, mas não esquecerás como fiz sentir estas palavras.

Definições



“Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.
"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.
"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria. E só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.
"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.
"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.
"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.
"Diabético" é quem não consegue ser doce.
"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.
E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois "Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.
                Mário Quintana 

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Não digas tudo o que sabes,
Não faças tudo o que podes,
Não acredites em tudo o que ouves,
Não gaste tudo o que tens.
Porque:
Quem diz tudo o que sabe,
Quem faz tudo o que pode,
Quem acredita em tudo o que ouve,
Quem gasta tudo o que tem.
Muitas vezes,
Diz o que não convém,
Faz o que não deve,
Julga o que não vê,
Gasta o que não pode.
(Provérbio árabe)

domingo, 9 de janeiro de 2011

Valores



Não há montanha tão grande,
que mesmo o seu pequeno passo não possa vencer,
basta iniciar a jornada, começar a caminhar,
às vezes sem olhar para cima,
e em outras, sem olhar para baixo,
pois o medo, esse amigo solitário,
nos ajuda a tomar precauções e sobreviver,
mas se usado em demasia,
paralisa e não nos deixa vencer.

Será que tudo o que está acontecendo na sua vida,
não é fruto de um medo paralisante?
De um excesso de preocupação com o "nada"?
Vivemos numa época onde coisas pequenas
se transformam em problemas gigantescos,
onde a menina chora porque não tem o último celular da moda,
onde o menino grita pelo tênis que já está um pouco gasto,
enquanto ainda temos milhões de pessoas morrendo de fome.

O que você anda valorizando demais?
O que você não anda valorizando como se deve?
Tem gente que valoriza mais a calça do que as pernas,
outros, valorizam tanto a aparência
que se esquecem de ver a ficha policial,
e se surpreendem quando descobrem o engano.

Valorize a vida, a sua vida,
a sua família, o jantar como momento de reunião,
não de brigas, nem de discussão,
a sua casa deve ser o seu templo,
um lugar de descanso e paz, um santuário,
não permita que certos valores infernizem a sua vida,
leve Deus para morar com você,
basta o primeiro passo...

Contrariedades



Nada é como era antes,
a não ser a dor que insistimos em cultivar,
alias, como é fértil a terra onde plantamos coisas ruins!
As coisas boas costumam demorar para se realizarem,
costumam seguir um ciclo: nascem do desejo,
começam a tomar forma com o nosso esforço,
e dependendo do tamanho do sonho,
podem demorar anos e anos.
Já as coisas ruins, parecem que vem a galope,
montadas no cavalo da desilusão,
se deixarmos, o medo toma conta e vira fobia,
se permitirmos, a tristeza vira depressão,
se não nos cuidamos, a gordurinha vira obesidade mórbida,
se não enxergamos, falsos amigos roubam até nossa casa,
se não escutamos ninguém, batemos cabeça e sofremos...
Ai está o retrato da dor, da semeadura do mal,
mas não pense que é só isso, sofrer não é nada.
Tem coisa pior do que a traição,
é ficar ruminando a traição por anos.
Tem coisa pior do que a inimizade,
é curtir uma vontade de dar o troco que vira ódio.
Tem coisa pior que a doença em si,
é começar a gostar de ser vítima e virar hipocondríaco.
Tem coisa pior do que ser abandonado(a) na igreja,
é viver um casamento de aparências por anos e anos.
Pior do que a pobreza, é a miséria da alma,
e pior do que o nome sujo, é a sujeira na intenção.
Por isso, nada de alimentar a dor por muito tempo,
abra espaço na sua vida para as coisas boas,
se um amor se foi, que venha outro,
se um emprego se foi, que venha um melhor,
se um amigo não foi digno da confiança, arrume outros,
se a esperança ainda meio perdida, olhe para Deus,
Ele é o grande guia de nossas vidas,
o que realmente importa é saber que Ele é único,
assim como você, especial e único.

Paulo Roberto Gaefke(com adaptações)
"Quando falares, cuida para que tuas palavras sejam melhores que teu silêncio." Provérbio indiano

Se você depender das pessoas se importarem com o que diz, estará dependendo dos outros para a sua felicidade." ( Richard Bach)

Ratos não resistem às alturas

Logo após a Primeira Guerra Mundial, de Haviland, um jovem piloto inglês, experimentava o seu frágil avião monomotor numa arrojada aventura ao redor do mundo.

Pouco depois de levantar vôo de um dos pequenos e improvisados aeroportos na Índia, ouviu um estranho ruído que vinha de trás do seu assento.

Percebeu logo que havia um rato a bordo e que poderia, roendo a cobertura da lona, destruir o seu frágil avião. Poderia voltar ao aeroporto para se livrar do seu incômodo, perigoso e inesperado companheiro de viagem, lembrou-se contudo, de que os ratos não resistem às grandes alturas.

Voando cada vez mais alto, percebeu pouco a pouco, cessarem os ruídos que quase punham em perigo a sua viagem.

Assim é a vida... Quando ameaçarem destruir-lhe por inveja, calúnia ou maledicência, voe mais alto...

Se o acusarem, voe mais alto!... Se o criticam, voe mais alto!...Se lhe fazem injustiças, voe mais alto!...

Lembre-se de que os "ratos" não resistem às alturas!!!!

reflitam sobre este texto.

(Autor Desconhecido)

Mensagem de Jesus



Por que te confundes e te agitas diante dos problemas da vida?

Deixe-me cuidar de todas as tuas coisas e tudo será melhor.

Quando se entrega a Mim,
tudo se resolverá com tranqüilidade
segundo os meus intuitos.

Não se desespere,
não me dirija uma oração agitada,
como se quisesse exigir
o cumprimento de seus desejos.

Feche os olhos da sua alma e me diga com calma.
Jesus eu confio em Ti.

Evite as preocupações, angústias e
os pensamentos sobre o que ocorrerá.
Não atropele os Meus planos,
querendo impor as tuas idéias.

Deixa-Me ser Deus e atuar com liberdade.
Entregue-se e confie em Mim.
Descanse em Mim e deixe em minhas mãos o seu futuro.

Diga freqüentemente:
Jesus eu confio em Ti.

A tua razão, as tuas próprias idéias e
o fato de você querer resolver as coisas a sua maneira
te trazem muitos prejuízos.

Quando me diz:
Jesus eu confio em Ti,
não seja como um paciente que pede ao médico que o cure,
porém lhe sugere o modo de fazer.

Deixe-Me levá-lo em meus braços divinos,
não tenha medo,

EU TE AMO.

Se acredita que as coisas pioraram e complicaram
apesar de sua oração, siga confiando.
Feche os olhos de tua alma e confie.

Continue dizendo em todos os momentos:
Jesus eu confio em Ti.

Preciso das mãos livres para poder trabalhar.
Não me deixe de mãos atadas com suas
preocupações inúteis...

Satanás quer isto:
agitar-te, angustiar-te e tirar a tua paz.

Confie somente em Mim,
entregue-se a Mim.
Assim não te preocupes,
entregue a Mim todas as tuas angústias
e durma tranqüilamente.

Diga sempre:
Jesus eu confio em Ti
e verás grandes milagres.
Eu Te prometo por meu amor.

Jesus Cristo de Nazaré

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Há aqueles que lutam um dia, e por isso são bons.
Há aqueles que lutam muitos dias, e por isso são muito bons.
Há aqueles que lutam anos, e são melhores ainda.
Porém, há aqueles que lutam toda a vida;esses são os inprescindíveis.
(Bertold Brecht)

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Confiança Cega - A corda e a fé



Esta é a história de um alpinista que sempre buscava superar mais e mais desafios.

Ele resolveu, depois de muitos anos de preparação, escalar o Aconcágua. Ele queria a glória somente para si.

Resolveu então escalar sozinho sem nenhum companheiro, o que seria natural no caso de uma escalada dessa dificuldade. Ele começou a subir e foi ficando cada vez mais tarde.

Porém ele não havia se preparado para acampar e resolveu seguir a escalada, decidido a atingir o topo.

Escureceu, e a noite caiu como um breu nas alturas da montanha, e não era possível mais enxergar um palmo à frente do nariz, não se via absolutamente nada.

Tudo era escuridão, zero de visibilidade, não havia Lua e as estrelas estavam cobertas pelas nuvens. Subindo por uma "parede", a apenas 100 metros do topo, ele escorregou e caiu...

Caía a uma velocidade vertiginosa, somente conseguia ver as manchas que passavam cada vez mais rápidas na escuridão. Sentia apenas uma terrível sensação de estar sendo sugado pela força da gravidade. Ele continuava caindo e, nesses angustiantes momentos, passaram por sua mente todos os momentos felizes e tristes que ele já havia vivido em sua vida.

De repente ele sentiu um puxão forte que quase o partiu pela metade ... shack!

Como todo alpinista experiente, havia cravado estacas de segurança com grampos a uma corda comprida que fixou em sua cintura. Nesses momentos de silêncio, suspenso pelos ares na completa escuridão, não sobrou para ele nada além do que gritar:

- Oh, meu Deus! Me ajude!

De repente uma voz grave e profunda respondeu:

- O que você quer de Mim, meu filho?

- Me salve, meu Deus, por favor!

- Você realmente acredita que Eu possa te salvar?

- Eu tenho certeza, meu Deus.

- Então corte a corda que mantém você pendurado...

Houve um momento de silêncio e reflexão. O alpinista se agarrou mais ainda a corda e pensou que se largasse a corda morreria...

Conta o pessoal de resgate que no dia seguinte encontraram um alpinista congelado, morto, agarrado com as duas mãos a uma corda ... a não mais de dois metros do chão.

E você...

Está segurando a corda?



Leia Também: O Equilibrista

domingo, 2 de janeiro de 2011

Uma história muito linda

Eram aproximadamente 22:00 horas quando um jovem começou a se dirigir para casa.
Sentado no seu carro, ele começou a pedir:
- Deus! Se ainda falas com as pessoas, fale comigo.
Eu irei ouvi-lo.
Farei tudo para obedecê-lo.
Enquanto dirigia pela rua principal da cidade, ele teve um pensamento muito estranho:
- Pare e compre um galão de leite.
Ele balançou a cabeça e falou alto:
- Deus? É o Senhor?
Ele não obteve resposta e continuou dirigindo-se para casa.
Porém, novamente, surgiu o pensamento:
- Compre um galão de leite.
Muito bem, Deus! No caso de ser o Senhor, eu comprarei o leite.
Isso não parece ser um teste de obediência muito difícil...
Ele poderia também usar o leite.
O jovem parou, comprou o leite e reiniciou o caminho de casa.
Quando ele passava pela sétima rua, novamente ele sentiu um pedido:
-Vire naquela rua.
Isso é loucura...- pensou. E passou direto pelo retorno.
Novamente ele sentiu que deveria ter virado na sétima rua.
No retorno seguinte, ele virou e dirigiu-se pela sétima rua.
Meio brincalhão ele falou alto - Muito bem, Deus. Eu farei.
Ele passou por algumas quadras quando de repente sentiu que devia parar.
Ele brecou e olhou em volta.
Era uma área mista de comércio e residência.
Não era a melhor área, mas também não era a pior da vizinhança.
Os estabelecimentos estavam fechados e a maioria das casas estavam
escuras, como se as pessoas já tivessem ido dormir, exceto uma do outro
lado que estava acesa.
Novamente, ele sentiu algo:
-Vá e dê o leite para as pessoas que estão naquela casa do outro lado da rua.
O jovem olhou a casa.
Ele começou a abrir a porta mas voltou a sentar-se. - Senhor, isso é loucura.
Como posso ir para uma casa estranha no meio da noite?.
Mais uma vez, ele sentiu que deveria ir e dar o leite. Finalmente, ele abriu a porta...
- Muito Bem, Deus, se é o Senhor, eu irei e entregarei o leite àquelas pessoas.
Se o Senhor quer que eu pareça uma pessoa louca, muito bem.
Eu quero ser obediente.
Acho que isso vai contar para alguma coisa, contudo, se eles não responderem
imediatamente, eu vou embora daqui.
Ele atravessou a rua e tocou a campainha.
Ele pôde ouvir um barulho vindo de dentro, parecido com o choro de uma criança.
A voz de um homem soou alto:
- Quem está aí? O que você quer?
A porta abriu-se antes que o jovem pudesse fugir.
Em pé, estava um homem vestido de jeans e camiseta.
Ele tinha um olhar estranho e não parecia feliz em ver um desconhecido em pé
na sua soleira.
- O que é?
O jovem entregou-lhe o galão de leite.
- Comprei isto para vocês.
O homem pegou o leite e correu para dentro falando alto.
Depois, uma mulher passou pelo corredor carregando o leite e foi para a cozinha.
O homem a seguia segurando nos braços uma criança que chorava.
Lágrimas corriam pela face do homem e, ele começou a falar, meio soluçando:
- Nós oramos.
Tínhamos muitas contas para pagar este mês e o nosso dinheiro havia acabado.
Não tínhamos mais leite para o nosso bebê.
Apenas orei e pedi a Deus que me mostrasse uma maneira de conseguir leite.
Sua esposa gritou lá da cozinha:
- Pedi a Deus para mandar um anjo com um pouco de leite...Você é um anjo?
O jovem pegou a sua carteira e tirou todo dinheiro que havia nela e
colocou-o na mão do homem.
Ele voltou-se e foi para o carro, enquanto as lágrimas corriam pela sua face.
Ele teve certeza que Deus ainda responde aos verdadeiros pedidos.
Quantas vezes nós pensamos em desistir,
deixar de lado, o ideal e os sonhos;
Quantas vezes batemos em retirada, com o coração amargurado pela injustiça;
Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade, sem ter com quem dividir;
Quantas vezes sentimos solidão, mesmo cercados de pessoas;
Quantas vezes falamos sem sermos notados;
Quantas vezes lutamos por uma causa perdida;
Quantas vezes voltamos para casa com a sensação de derrota;
Quantas vezes aquela lágrima teima em cair, justamente na hora que precisamos parecer fortes;
Quantas vezes pedimos a Deus um pouco de força, um pouco de luz;
E a resposta vem, seja lá como for, um sorriso, um olhar cúmplice, um cartãozinho, um bilhete, um gesto de amor;
E a gente insiste,
Insiste em prosseguir, em acreditar, em transformar, em dividir, em estar, em ser;
E Deus insiste em nos abençoar,
Em nos mostrar o caminho:
Aquele mais difícil, mais complicado, mais bonito.
E a gente insiste em seguir,
por que tem uma missão...
SER FELIZ!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...