domingo, 24 de fevereiro de 2013

AMOR POR VOCÊ



Como eu sei que Deus está comigo? E se tudo isto for uma brincadeira? Como você sabe que é Deus quem está falando? A escuridão terrível e abafada da dúvida. A mesma escuridão que você sente quando senta em um banco polido de uma capela funerária e ouve o obituário de uma pessoa que você ama mais que a vida. A mesma escuridão que você sente quando ouve as palavras, “O tumor é maligno. Temos que operar.” A mesma escuridão que cai sobre você quando percebe que acaba de perder o temperamento… de novo. A mesma escuridão que você sente quando percebe que o divórcio que você nunca quis chegou ao final. A mesma escuridão na qual Jesus gritou, “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” Palavras apropriadas.



Porque quando duvidamos, Deus parece estar muito longe. Mas nestas horas é exatamente quando Ele  estar mais perto. Através do tempo, apesar do povo de Deus esquecer seu Deus muitas vezes, Deus não se esqueceu deles. Ele manteve Sua palavra. Deus não desistiu. Ele nunca desiste. Quando Moisés disse, “Eis-me aqui, envie Arão,” Deus não desistiu. Quando os israelitas libertados preferiam ser escravos no Egito ao invés de leite e mel, Deus não desistiu. Quando Arão estava fazendo um falso deus exatamente ao mesmo tempo em que Moisés estava com o verdadeiro Deus, Deus não desistiu. Quando somente dois dos dez espias consideravam que o Criador era poderoso o suficiente para libertar a criatura, Deus não desistiu. Quando Sansão contou o segredo a Dalila, quando Saul riu de Davi, quando Davi conspirou contra Urias, Deus não desistiu.

Quando a palavra de Deus foi esquecida e os ídolos humanos brilharam, Deus não desistiu. Quando os filhos de Israel foram levados cativos, Deus não desistiu. Ele poderia ter desistido. Ele poderia ter virado as costas. Ele poderia ter ido embora da desordem desprezível, mas Ele não o fez. Ele não desistiu. Quando Ele se tornou carne e foi vítima de uma tentativa de assassinato antes de ter dois anos de idade, Ele não desistiu. 




Quando o povo de sua própria cidade tentou empurrá-LO de um penhasco, Ele não desistiu. Quando seus irmãos O ridicularizaram, Ele não desistiu. Quando Ele foi acusado de blasfema por pessoas que não temiam a Deus, Ele não desistiu. Quando Pedro O adorou à Ceia e O maldisse à fogueira, Ele não desistiu. Quando as pessoas bateram em Seus rosto, Ele não bateu de volta. Quando os espectadores o insultaram, Ele não os insultou. E quando as mãos humanas prenderam as mãos divinas em uma cruz com cravos, não foram os soldados que seguraram firme as mãos de Jesus. Foi Deus quem as segurou firme. Porque aquelas mãos eram as mesmas que trouxeram luz dentro da escuridão terrível e abafada. Elas vieram fazer isso de novo.




Então, da próxima vez que a dúvida entrar, escolte-a para fora. Fora para o monte. Fora para o Calvário. Fora para a cruz onde, com sangue santo, a mão que carregou a chama, escreveu a promessa, “Deus desistiria do Seu próprio Filho antes de desistir de você.”
Portal Resgatepleno


A vida de Jesus




Sou  filho Unigênito de Deus.

Sou filho primogênito de Maria porque tive mais irmãos.

Meu pai terrestre se chama José.

Nasci numa manjedoura entre um povo humilde. Ele e minha mãe viveram como você, tiveram 

medo, falta de dinheiro, angustia, tristeza, dor, alegria, amor, raiva, ciúmes etc...

No tempo de criança fui exatamente como você. Ele me deu sabedoria e conhecimento que ao longo 

da minha vida fui adquirindo cada vez mais e aprendendo.

Quando adulto aos 33 anos sacrifiquei a minha vida para te salvar, morri naquela cruz e derramei 

todo o meu sangue por você para que hoje você pudesse ter acesso livre com Deus e que ele 

perdoasse todos os pecados.

Aprendi a perdoar todos que me ofenderam e quem ofendi. A amar o meu próximo como a mim 

mesmo e a amar a minha mãe e Pai.

Consegui cumprir com todos os mandamentos de Deus.


Sou um exemplo vivo de vida eterna, porque fui o único a cumprir com todos os mandamentos e 

depois entregar a minha vida por você.

Queria levar a paz!

Queria curar os enfermos!

Queria ajudar o próximo!

Mas porque curei um cego num sábado, resolveram me crucificar. Mas os perdoei porque eles não 

sabiam o que estavam fazendo. Morri e a esperança daqueles que creram em mim morreram. Mas 

não podia deixá-los, precisava fazer alguma coisa, por isso Ressuscitei. Ressuscitei para devolver-

lhes aquilo que lhes tinha tirado, devolvi-lhes a esperança e após a ressurreição ela começou a 

brotar como uma rosa e a florir. Neste período desci até o inferno e fui pegar o que me pertencia 

que era a chave que estava nas mãos do diabo, fui buscar para que ele não tivesse domínio sobre a 

tua vida, para que ele não tivesse direito de lhe tirar a vida. Este direito agora está nas minhas

 mãos. Você me pertence agora... Você é meu duas vezes.

A primeira vez foi quando te fiz e a outra quando te comprei quando morri por você naquela cruz. 

Paguei um preço muito alto por você. A tua vida é muito valiosa para mim.

Sou seu passado, futuro e presente. Sou o ontem, hoje e o amanhã na tua vida. Penso em você, no 

seu problema e quero te ajudar te dar uma vida melhor, quero te fazer grande.

Abra o teu coração e deixe me entrar que te ajudarei.

Estou de braços abertos esperando por você. Sou o Deus do impossível e posso fazê-lo para você.

Crê somente, acredite e tenha fé.

É só disso que preciso para fazer o impossível para VOCÊ.

Como anda a sua vida?




"Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará" (Salmos 37:5).



Algumas pessoas são como rodas, não trabalham a menos que sejam empurradas.

Algumas são como reboques, precisam ser puxadas!

Algumas pessoas são como as pipas, sempre no ar e se não for mantida presa a uma linha, voam para longe!

Algumas outras são como canoas, precisam ser remadas.

Algumas são como bolas de futebol, não sabemos de que forma elas voltarão em seguida!

Existem pessoas que são como balões de gás, vivem soprando para o alto e nunca se sabe quando vão explodir!

Há pessoas que são como um pneu furado, precisam ser levantadas.

E algumas pessoas são como um bom relógio ouro puro, face à mostra, sempre pontuais, de confiança, ocupadas e sempre prontas a mostrar um bom trabalho.

Será que nos encaixamos em alguma das definições acima?

Temos estado satisfeitos com o tipo de vida que levamos ou gostaríamos de vivenciar algo melhor?

Quando edificamos nossa vida fora dos padrões e ensinos da Palavra de Deus, estamos sempre sujeitos a uma dependência de terceiros,ou para um empurrãozinho aqui, um abrir de portas ali, uma ajeita dela acolá... E sabemos que isso não é confiável e que nem sempre a solução vem.

Quando entregamos nossas vidas nas mãos do Senhor, que nos
ama, que pagou o preço de nossos erros, que tem prazer em
nos ajudar sem interesses, então poderemos confiar e
descansar, pois, aquilo que for melhor para nós há de
acontecer.

Como é a sua vida?

Paulo Roberto Barbosa. 

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Encontrar Jesus



Encontrar Jesus

Certa noite, em desespero,
pela ausência de afetos longínquos,
ousei perguntar-te:
Jesus, porque me abandonaste?
E Tu, na imensidão de Tua capacidade,
não me respondeste de imediato...

Mas... tão logo meu corpo dormiu,
transportei-me espiritualmente,
para o lugar onde vivi
a infância que jamais esqueci...

E então, já no chão,
onde tanto um dia sorri, olhei para o Alto,
e, em êxtase, avistei no zênite,uma luz...
esférica, intensamente brilhante, prateada...
que começou a descer, em direção a mim
e me fez estremecer...

Vibrei de intensa emoção!
O magnetismo exalado me imobilizou
e quando a esfera luminosa estava bem perto,
ela transformou-se numa face,
a tua face, JESUS!

Nada me disseste, mas...
fixaste-me tão intensamente,
que em Teu olhar captei,
todo carinho sincero, que tanto desejei.

Extasiei-me!
Senti-me importante para Ti,
nada no mundo se compara,
à Tua oferta de afeição!

Jesus, muitos precisam de Ti
e não sabem que é tão fácil encontrar-te;
quantos em desespero imenso,
atiram-se de despenhadeiros,
não conseguindo compreender,
que Tu estás tão perto...
no coração do aflito,
na meiguice da criança,
no lar do necessitado,
na vida do amado velho
e também no singelo livro,
chamado EVANGELHO!  

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

O barco da vida




Quem pode ser salvo?”
Mateus 19,23-30

A nossa vida é como um barco no meio do mar. Às vezes temos o remo sob nosso controle, outras vezes quem nos direciona é o vento ou são as ondas.
O tempo de calmaria é breve, por isso, na maioria das vezes estamos lutando, nos esforçando para nos mantermos vivos, a salvo.
Na manhã da vida, quando o vento ainda é suave e tranquilo, é tempo de nos fortalecermos para a tempestade que pode vir à tarde. É o tempo do crescimento, tempo de alimentar o corpo e o espírito.

Quando chega o mal tempo e o barco ameaça virar, se não estamos confiantes na força que provém de Deus para nos estimular, nos reanimar e nos manter firmes com o leme nas mãos, abandonamos tudo e nos jogamos ao mar, preferindo ser levados à deriva, sem medir as consequências.
Os discípulos perguntaram a Jesus: quem pode ser salvo?
E Jesus respondeu: para os homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível.

É somente mediante a fé que encontramos Deus que tudo sabe, que tudo vê e que pode nos salvar em meio às tempestades da vida.
O único Deus que controla o vento, acalma a tempestade e abranda as ondas do mar da vida!
Sob Seu olhar e Seu poder não tiramos as mãos do leme da nossa vida e conduzimos o nosso barco com força, determinação e esperança de que em breve alcançaremos águas mais serenas.

Rachel Abdalla

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Com Jesus somos mais que vencedores




"... não temas, porque eu sou contigo" (Gênesis 26:24).

Quando Gilbert Frankau estava produzindo uma peça teatral, recebeu, de uma agência, um jovem ator para ser testado para desempenhar o papel principal. Após realizar o teste, Gilbert Frankau telefonou para a agência.
"Este homem", ele disse, "nunca será um ator. Ele não sabe atuar e jamais saberá. Seria melhor você aconselhá-lo a procurar outra profissão ou acabará passando fome. A propósito, diga-me seu nome novamente para que o risque de minha lista". O nome do ator era Ronald Colman, que se tornou um dos mais famosos atores que o cinema já conheceu.

Muitas vezes deixamos que uma frustração passageira abale nossa tranquilidade e destrua nossas esperanças. Se alguma coisa não dá certo, murmuramos, perdemos a motivação e desistimos de novas tentativas. Porém,
o Senhor nos disse que somos mais que vencedores. E, se a vitória é certa, por que desanimar? Por que desistir? Por que não insistir?
Se temos sonhos a realizar e eles parecem difíceis de serem atingidos, coloquemos nossa ansiedade no altar de Deus, confiemos em Sua atuação, descansemos e logo tudo mudará. O Senhor está conosco; Ele caminha ao nosso lado; Ele nos sustenta e nos ajuda; a derrota nunca nos alcançará!
Se o primeiro quarteirão nos trouxe insucesso, caminhemos o segundo. Se o segundo quarteirão ainda se mostrou contrário às nossas expectativas, apressemo-nos a seguir o terceiro. Se a nova investida fracassar, tratemos de recomeçar e seguir o quarto, o quinto e o sexto. Desistir, jamais! Nós venceremos!
Muitas vezes o inimigo de Deus cochicha em nossos ouvidos: "Você é um fracasso". Esse é o trabalho dele. Mas, ao mesmo tempo, o Senhor nos assegura: "Não temas que eu sou contigo". Eu prefiro ouvir o que o Senhor Jesus fala e rejeito completamente todas as insinuações do diabo.

Jesus está em meu coração. Ele está sempre comigo. Com Ele eu vencerei sempre. E você?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...