sexta-feira, 22 de julho de 2011

Sabedoria no Ouvir






Muitas vezes pequenos momentos de solidão soam como um convite a nos conhecermos melhor e adquirir uma reciclagem dos nossos sentimentos. É calar ao mundo e ouvir Deus falar dentro dos nossos corações. (Márcio C.)

Saber ouvir é uma arte, e como tal exige preparo, talento e inspiração. Como pastor, muito mais ouço do que falo, e nem sempre estou tão pronto a ouvir quanto eu mesmo gostaria e precisaria estar. Estamos em processo.

Mas para aquele que está errando, muito precioso é ter ouvidos que ouçam, porque uma correção ou repreensão pode fazer toda a diferença entre continuar errando e passar a acertar. Os caminhos dos que erram se cruzam com os dos que podem ajudar e corrigir, e isto é feito intencionalmente pelo Regente de todas as coisas. Para quem sabe aproveitar as coisas que Deus faz, é aí que tudo acontece.

Ser corrigido é como encontrar um presente e não conseguir abrir o pacote. Quem abre tem preciosidades, como jóias de ouro puro. Tenho um amigo que sempre que é advertido ou insinua-se que ele esteja errado. Ele diz: "Deus deve estar querendo me dizer alguma coisa, vou ficar atento e orar".

Assim deve ser a atitude e a postura dos que querem de fato servir a Deus e não ao seu próprio ventre. Não posso mentir: não gosto de ser corrigido, gosto muito mais quando estou certo e sou elogiado ou motivado. Claro, sou humano. Mas eu preciso mudar, sei disso, e estou me esforçando para isso. É este o jogo, fazer força para gostar do que não gostamos. Podemos chamar isso de transformação.

Mas nosso desafio, meu e seu, é entender e aceitar as correções como algo precioso, que tem muito valor.

Pai, eu quero saber ouvir e valorizar as correções, porque quero te servir correto.


Mário Fernandez

3 comentários:

Lindalva disse...

Ih! amiga o saber ouvir é desconhecido por muitos :-( Bom dia querida. Domingo dia mundial da preguiça, porisso me desculpe, pois parte do meu coment será no copia e cola. Então primeiramente quero dizer que meu blog principal foi e sempre será minha Ilha e aos poucos fui criando Ilhotas, uma delas o Ostra da Poesia, ele era como uma estação do ano, abria as portas quando do evento Pena de Ouro, após o 5º Pena, que terminou a pouco senti que não poderia mais fazer o Ostra hibernar até o próximo evento, assim, para ele dá apenas uns cochilinhos, semanalmente (nos FDS) vou postar uma poesia de um blog amigo, seguidor, ou que por ai nas ondas me encante, inclusive criei um selo pelo momento... espero que você continue visitando o Ostra e agora não precisa votar, só apreciar a poesia do (a) amigo (a) blogueiro (a). Desejo-te um domingo com poesia e festa, luz e sorriso. ♥☆Jinhosssssssssssssss♥☆

Daiane disse...

A prioridade absoluta afim que a "casa-família" possa no tempo, manter o amor, a unidade e a prosperidade, não depende só das condições econômicas ou da capacidade humana em administra-la, mas sim do ensinamento dos princípios fundamentais bíblicos e da presença de Deus. Pode parecer impossível, porém esta è uma realidade: as vezes alguém quer que Deus opere em sua vida, sem que esta mesma operação seja extensiva à sua casa, mas, Deus quer abençoar-nos individualmente mas muito mais coletivamente.Não seja você egoísta,querendo as bênçãos de Deus somente para você,mas divida-as com sua família e então perceberá o gosto doce da comunhão em todos os sentidos.Fique com Deus e tenha um ótimo dia!

Campanha Um minuto Pela Família
Blog Restaurando Minha Família
Daiane

Lúcia Soares disse...

olá alicinha, linda reflexão.um dia maravilhoso.bjs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...