Lírios do campo




“Considerai como crescem os lírios do campo.” – Mateus 6:28 –

“Preciso de óleo”, disse um monge; Então plantou uma mudazinha de oliveira.
“Senhor”, orou ele, “ela precisa de chuva, para que suas raízes tenras possam beber e crescer. Manda chuvas brandas. “ E o Senhor mandou-lhe chuvas brandas.
“Senhor”, orou o monge, “minha planta precisa de sol. Peço-Te, manda sol.” E o sol brilhou, dourando as nuvenzinhas chuvosas. “Agora neve, meu Senhor, para robustecer seus tecidos.” Pediu o monge e lá ficou a plantinha coberta de neve brilhante. Mas à noite morreu.
Então o monge foi ao quarto de outro irmão e contou-lhe a estranha experiência. “Eu também plantei uma arvorezinha”, disse o outro, “e veja como está viçosa! Mas eu confio a minha planta ao Deus que a criou. Ele que a fez sabe do que ela precisa, melhor do que um homem como eu. Não impus condições, não estabeleci meios ou maneiras. Orei: Senhor, manda-lhe o que ela necessita: sol ou chuva, vento ou neve. Tu a fizeste, e Tu sabes.”

Faça como os lírios, Muito mais que aos lírios
Deixe com o Senhor! Deus lhe tem amor!
Eles crescem...crescem... Ele é quem trabalha
Quer no sol... na chuva... Pra quem nEle espera,
Crescem e são cuidados! Sem temor, descanse...
Deixe com o Senhor! Deixe com o Senhor!

Comentários

Carolina Tavares disse…
É verdade... as vezes queremos impor a Deus o que precisamos e não não deixamos que seja feita a sua vontade em nossa vida, que é sempre o melhor.
Que possamos confiar plenamente no nosso Pai e seja feita sua vontade em nossas vidas, amém!
Bjs e fique na Paz!