segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Como está o seu jardim?




Observemos como são bonitas as flores que existem em jardins ou floriculturas. Para ficarem bonitas, foi necessário que alguém a plantasse, a regasse, cuidasse para que alguns insetos não as danificassem, cortando suas flores e folhas ou ainda sugando a sua seiva. Mas antes ainda, foi necessário que alguém desejasse criar um jardim para nele plantar estas flores. Neste trabalho foi usado planejamento, o solo necessitou ser preparado, retirando-se dele as pedras, raízes, ervas daninhas e ainda precisou ser adubado. Estas flores só podem crescer e se desenvolver em jardim bem cuidado e que tenham um Jardineiro cuidadoso e sensível.

O texto para a meditação que vou compartilhar com vocês, está em Isaías 58:11.

Neste texto, como em outros, somos comparados a um jardim. O próprio Jesus nos comparou, ou ao nosso coração, como sendo tipos de solos na parábola do semeador.

O solo pedregoso, que apesar de germinar as sementes, faz com que as plantas murchem e morram. O solo que já tem em si plantado muitos espinhos, os quais fazem as plantas também morrerem porque são ervas daninhas que tiram a vitalidade da boa semente, ou ainda o bom solo, que irá germinar as sementes e fazer com que as plantas se desenvolvam bem.

Mas nesta noite quero levar vocês a pensarem como sendo um jardim, jardim no qual serão plantadas sementes de belas flores ou plantas. Como você seria? Um jardim que contém rosas, margaridas, amores-perfeitos, jasmins? Ou um jardim que contenham ervas daninhas e muitos espinhos? Ou um terceiro jardim, que seja um misto dos dois anteriormente apresentados?
Já imaginou como está seu jardim?
Agora imagine como você gostaria que fosse seu jardim.

Quem cuida de um jardim sabe que, para que ele tenha sucesso, ou seja, que as flores, sementes e plantas cresçam bonitas e fortes, são necessários alguns cuidados.

Nosso jardim muitas vezes tem ervas daninhas, rosas, margaridas e espinhos. Podem existir pedras na terra e ainda velhas raízes deixadas por alguém que antes cultivava este jardim. Pode ser que neste jardim tenham sido cultivadas ervas ruins à saúde, parasitas que deixam suas sementes escondidas no solo. Mas nós podemos ter um novo Jardineiro, que se eu permitir trabalhará em mim agora, me promete transformar o solo ruim e deserto do jardim, num belo e florido jardim. E o melhor, trabalha de graça, sem desejar pagamento.


Às vezes ficamos impacientes, pois queremos que nosso jardim fique bonito rapidamente, como muitos jardins que vemos em fotos ou em algumas casas, com muitas flores belas e viçosas. Mas o Jardineiro-Mestre sabe o que está fazendo. Leva-se tempo para que um jardim como o que nós desejamos fique pronto em sua plenitude. O Jardineiro vai tirar as pedras aqui e ali, vai arrancar as raízes que secam o solo e impedem o crescimento adequado das sementes, vai afofar o solo, vai retirar as ervas daninhas e espinhos, fertilizar o solo. Depois que as flores nascerem e crescerem, será necessário ainda retirar as folhas e ramos mortos, podar alguns ramos vivos, para que a planta venha ainda com mais força e viçosa do que antes, e regar constantemente este jardim. Quanto trabalho tem nosso Jardineiro.

Devemos ser pacientes, pois nosso Jardineiro sabe realmente o que faz. Se formos pacientes, aguardando o tempo certo de floração das plantas, permitindo os cuidados necessários para nosso jardim, veremos que estações após estação, estarão desenvolvendo flores mais bonitas e mais fortes e menos ervas daninhas.

Nosso Jardineiro sabe que às vezes em baixo de solos pedregosos e cheios de raízes e ervas daninhas, pode haver um coração que anseia desabrochar as flores de amor por Jesus.

Se eu fizer minha escolha, e o aceitar como o meu Jardineiro, devo confiar e me submeter aos seus cuidados, mesmo que às vezes isto possa me machucar, pois galhos mortos e às vezes vivos devem ser podados. Essa é a minha parte. Todo o restante Ele faz. Então Ele brilha sobre mim com Seu amor, e faz descer a chuva do Seu Espírito.


Somos nós os jardins do Senhor, os quais temos pedras, espinhos e ervas daninhas, que são nossos problemas relacionados ao próximo: falta de perdão, angústia, falta de fé. Mas nosso Jardineiro, Jesus, quer cultivar em nós lindas flores, removendo os obstáculos que impedem que estas flores cresçam bonitas e viçosas, deseja Ele também, que o belo jardim possa atrair outras pessoas, que desejem também ter jardins bonitos. Como diz a letra de um hino: somos um jardim do Senhor, um jardim regado, pela Sua graça e Seu amor, somos um bom perfume de Cristo, exalando cheiro de vida, somos um jardim regado, pela Sua graça e Seu amor, sempre que você precisar irmão.

E a melhor parte é que, após ter feito o trabalho todo, tendo eu produzido o resultado daquilo que Ele cultivou, Ele me dirá um dia:  Bem está... Aguardemos o momento em que possamos oferecer-Lhe nosso jardim florido. Amém.


Gerson Giacomassi

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...