quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Atreva-se a ser diferente





Por: Joyce Meyer

Está cansado dos jogos da vida, usando máscaras querendo ser igual a outra pessoa? Você gostaria de ter a liberdade de ser aceito pelo que você é, sem uma pressão de ser tratado como alguém que realmente não sabe como ser? Gostaria de aprender a aproveitar sua própria individualidade e resistir a pressão de ser outra pessoa? Deus sabia o que estava fazendo quando o criou.

Você é um indivíduo único, Deus o criou assim! É hora de aceitar a nós mesmos como diferentes e deixarmos de ser inseguros pelo que somos. Atreva-se a ser diferente.

Se vai vencer a insegurança e ser a pessoa que foi chamada em Cristo, deve ter o valor de ser diferente. A infelicidade e a frustração sucedem quando nós rejeitamos nossa individualidade e tratamos de ser iguais às outras pessoas. Se você vai ter sucesso em ser completamente e inteiramente você, vai ter que tomar o risco de não ser como os outros. Deve perguntar-se a si mesmo, "sou uma pessoa que agrado aos outros ou sou uma pessoa que agrada a Deus?"

Uma das coisas mais fáceis de fazer é se tornar em uma pessoa que agrada as outras, mas, isto nos pode tornar muito infelizes. Quando começamos a agradar aos demais, começamos a escutar comentários que nos fazem sentir bem. Isso está bom desde que não baseemos nosso valor nisto. As pessoas querem que baseemos nosso valor em suas opiniões. Nós somos de valor porque Deus diz que somos de valor - não pelo que a gente pensa ou diz de nós.

As pessoas que procuram agradar ao próximo permitem que outros controlem suas vidas para assim ganhar sua aceitação e aprovação. Mas Deus não quer que sejamos manipulados facilmente ou controlados por outros. Não devemos permitir que as opiniões de outras pessoas controlem nossas ações.

Sim, devemos caminhar em amor. Não podemos fazer simplesmente o que queremos, quando queremos, sem se importar com os sentimentos dos outros. Não podemos dizer, "vou fazer isto e se você não gosta o problema é seu". A Bíblia nos manda amar ao próximo e a não se comportar dessa maneira. No entanto, não devemos permitir que as pessoas nos manipulem e controlem ao ponto que nunca sejamos livres de ser quem somos. Se fizermos isso, estaremos sempre tratando de ser a pessoa que outros esperam que sejamos.

O mundo está continuamente tratando de nos fazer conforme a sua imagem. Quando digo "o mundo", refiro-me àqueles que conhecemos e com os que tratamos diariamente. Pode ser: família, amigos ou ainda na igreja. A palavra conforme significa "ser similar em forma ou caráter, comportar-se de acordo com os modos ou costumes predominantes".

As pessoas sempre vão querer nos moldar conforme a imagem delas, parcialmente devido a suas próprias inseguranças. Fazem se sentir melhor acerca do que estão fazendo e se podem conseguir de que alguém as faça também. Poucos têm a habilidade de simplesmente ser quem são e deixar que os outros sejam quem são. Você imagina que agradável seria o mundo se todos fizéssemos isso? Cada pessoa podia estar segura de quem é e deixaria que os demais fossem quem são. Não teríamos que imitar uns aos outros.

Deus quer nos tomar com todas nossas debilidades e inabilidades e transformar-nos, trabalhando de dentro por fora, para fazer algo poderoso nesta terra. Se vamos nos levantar para vencer a insegurança e ter sucesso em ser nós mesmos, não podemos continuar tendo temor do que vão pensar os outros. Não podemos continuar permitindo que outros nos obriguem a entrar em seu molde. Somos diferentes! Somos únicos! Deus nos criou desta forma para realizar o seu propósito aqui na terra.


Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...