Deus é maior


Então, ele se levantou e se foi a Sarepta; chegando à porta da cidade, estava ali uma mulher viúva apanhando lenha; ele a chamou e lhe disse: Traze-me, peço-te, uma vasilha de água para eu beber.

Indo ela a buscá-la, ele a chamou e lhe disse: Traze-me também um bocado de pão na tua mão.

Porém ela respondeu: Tão certo como vive o SENHOR, teu Deus, nada tenho cozido; há somente um punhado de farinha numa panela e um pouco de azeite numa botija; e, aqui apanhou dois cavacos e vou preparar esse resto de comida para mim e para o meu filho; comê-lo-emos e morreremos.

Elias lhe disse: Não temas; vai e faze o que disseste; mas primeiro faze dele para mim um bolo pequeno e trazes-mo aqui fora; depois, farás para ti mesma e para teu filho.

Porque assim diz o SENHOR, Deus de Israel: A farinha da tua panela não se acabará, e o azeite da tua botija não faltará, até ao dia em que o SENHOR fizer chover sobre a terra”. (1 Reis 17:10 a 14).

Você leu e meditou nestes versículos? Entendeu a situação daquela mulher e seu filho? O lugar onde morava estava passando por uma enorme seca e nada se podia plantar. Ela, além de viúva era também pobre e sua dispensa estava no fim. O que você acha de tudo isso?

Quantos de nós já não passamos por um teste de fé parecido ou igual a este?

Essa história tem um grande ensinamento para nós, pois não foram poucas vezes em que nos foi pedido o último pedaço de pão:

Lembra-se daquele dia em que você pensou que não iria suportar a pressão da luta, e o Senhor te pediu para esperar mais um tempo?

Lembra-se de quando alguém lhe pediu que orasse por ele (a) e você não tinha forças nem para orar por você mesmo (a)?

Lembram-se quando Deus te incentivou a crer na vitória que para você já estava perdida? Lembram-se quando o seu coração machucado foi desafiado a perdoar?

O que poderemos perder se não dermos o nosso último pedaço de pão?

O orgulho não fará justiça por nós e a revolta não nos saciará a alma aflita. Mas quando confiamos em Deus e cedemos á Sua vontade, o nosso último pedaço de pão se multiplica, o cenário de fome e seca começa a mudar. Ou seja, o socorro vem!

Não se esqueça que os benefícios da obediência a Deus são tremendos. “Lança o teu pão sobre as águas, porque depois muitos dias o acharás”. (Ec11:1).
AUTOR DESCONHECIDO

Comentários