quarta-feira, 4 de abril de 2012

Conserte as redes do seu coração



Certa vez Jesus estava ensinando as margens do mar. As multidões o apertavam, fazendo com que ele entrasse no barquinho de Simão, e, se distanciasse das pessoas para que pudesse visualiza-las. E todos pudessem o contemplar. Em seguida falou aos homens que lavavam as redes, que voltassem, e jogassem novamente as redes ao mar.

Estes pescadores eram profissionais do ramo. Sabiam que dificilmente encontrariam peixes, pois a noite toda trabalharam. Conheciam bem da profissão, ao ponto de analisar, questionar toda a situação. Mas mediante a sua palavra, eu irei. Falou Simão.

Muitas vezes nós seres humanos questionamos as coisas de Deus. Achamos que somos autossuficientes, que não precisamos de Deus. Pois somos intelectuais, profissionais do ramo, conhecemos todas as coisas, ao ponto de questionarmos com Jesus. Quando isto ocorre, significa que temos que parar e refletir sobre as nossas vidas. Deus nós dá vida, saúde, alegria, uma família bonita, fé. Mas a incredulidade faz com que questionemos a voz de Deus em nossos corações. Jesus falou: volte e Jogue a rede. Simão estava incrédulo, mas obedeceu. A desobediência a voz de Deus, significa em consequências, não somente as nossas vidas, mas de todos os nossos familiares. Os peixes que Simão iria pegar, não eram só para ele, mas para muitas pessoas que necessitavam se alimentar.

Os barcos estavam em alto mar, os olhos atentos, as águas agitadas, ouviam-se o barulho dos grandes e pequenos peixes puxando as redes. Os sorrisos nos lábios, a certeza nos corações, faziam com que a fé aumentassem. Pois estavam diante de um milagre.

Há situações em nossas vidas, em que jogamos as redes, e nada apanhamos. As redes precisam ser consertadas, talvez elas estejam com grandes buracos, fazendo com que os peixes entrem e saiam com facilidade, diante de nossos olhos. Queremos resolver as situações difíceis da vida com as próprias mãos, mas as redes sempre voltam vazias, fazendo com que muitas pessoas se desesperem e não tenham mais paciência de esperarem. Pois a ansiedade de resolverem tudo na hora, faz com que a incredulidade ative o negativismo em seus corações. E quando isto ocorre, contemplamos homens doentes, tomando remédios, psicólogos, estão fracos e desesperados, sem solução na vida.

A fé inundou os corações daqueles homens. Eram tantos peixes que as redes pareciam que iriam romper. Foi necessário mais um barco para chegarem a praia. Os peixes, cada um de um tamanho, cores diferentes, diversas espécies, significando que ao ouvir a voz de Jesus e obedecer, as bênçãos irão cair nas redes fortes do nosso coração. Alimentando a fé, fazendo com que tenhamos forças para puxarmos as redes com os grandes peixes que irão vim ao nosso encontro nesta longa caminhada da vida. É necessário estarmos atentos, pois o inimigo anda ao nosso derredor tentando fazer buracos em nossas redes, para que percamos as bênçãos, e assim os peixes vão embora. Por isto que todos os dias, temos que orar a Deus, para que Ele conserte as redes dos nossos corações, tirando toda magoa, ressentimento, tristeza, incredulidade, idolatria, feitiçaria, tudo aquilo que impede que nossas redes estejam cheias de amor, alegria, saúde, paz, prosperidade, auto estima, e fé.

Quando aqueles homens voltaram com os barcos repletos de peixes. Jesus falou: venham e eu vos farei pescadores de homens. Eles deixaram tudo e o seguiram. Mostrando que a confiança em Jesus era tão grande que pescar sem Jesus, significava em redes vazias, fome, desespero e incredulidade. Pois a fé só poderia ser alimentada, através do ouvir e ouvir a palavra de Deus. Jesus era o verbo que se fez carne, ou seja, era uma bíblia ambulante, que alimentava a fé das pessoas, mostrando-lhes que sem fé era impossível agradar a Deus. A luz entrou em seus corações, juntamente com a compreensão, fazendo com que estes homens corressem atrás do dono das bênçãos, pois entenderam que para receberem de Deus, primeiramente era necessário consertarem as redes de seus corações.
Daniel Parrela

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...