sexta-feira, 8 de abril de 2011

A tartaruga e a lebre




Certo dia a lebre zombou dos pequenos pés e da lentidão da tartaruga. Esta, sorrindo, respondeu: "Embora você seja veloz como o vento, sou capaz de vencê-la em uma corrida." A lebre, cheia de confiança e achando impossível ser vencida pela tartaruga, aceitou o desafio. Ambas concordaram que a raposa deveria escolher o percurso e fiscalizar a chegada.

No dia determinado para a corrida, ambas partiram juntas da linha inicial. A tartaruga, em seu passo lento, partiu firme e determinada em direção ao local indicado para o final da corrida, sem parar um só momento. A lebre, vendo que estava bem à frente, resolveu parar num canto da estrada para descansar e acabou adormecendo. Quando acordou, partiu em grande velocidade, mas ao se aproximar da chegada viu que a tartaruga já havia cruzado a linha e estava cochilando confortavelmente após a vitória.

Costumamos querer ver os resultados de nossos empreendimentos de forma imediata. Achamos que somos capazes, que Deus nos ajudará e damos o primeiro passo já ansiando vislumbrar o último. Muitas vezes as vitórias são alcançadas com incrível rapidez, mas há ocasiões em que Deus permite que elas demorem exatamente porque deseja que cresçamos espiritualmente e nos preparemos plenamente para desfrutá-las. Ele é Onisciente e sabe o que é melhor e qual o momento certo para nos abençoar.

Quando nos acostumamos a alcançar vitórias em todos os projetos, acabamos nos deixando levar pela auto-suficiência e vaidade, esquecendo que "sem Cristo, nada podemos fazer".

Deus permite, então, alguns fracassos, e até que vejamos outros comemorando as conquistas que almejávamos para nós.

Melhor crescer continuamente na fé do que tornar-se espiritualmente auto-confiante, vaidoso e arrogante.

Lentamente mas com firmeza e determinação, vença sua corrida!

Damares Gomes


Quando Deus está prestes a fazer alguma coisa grande Ele começa com uma dificuldade. Quando Ele está prestes a fazer algo verdadeiramente magnífico, Ele começa com uma impossibilidade. Armin Gesswein

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...