Carregue sua cruz



Certo homem estava muito triste, pois suas lutas estavam grandes, além do que ele imaginava que pudesse aguentar, chorava muito todos os dias, noites, madrugadas, ele sofria muito, pois as lutas pareciam não acabar. Suas dívidas eram muito altas, problemas com a educação de seus filhos, problemas com sua esposa, problemas familiares, problemas em seu trabalho, pois seu chefe o estava perseguindo. Apesar de ouvir muitos conselhos, ele resolveu abandonar sua cruz, pois não aguentava mais carregá-la; estava muito difícil, resolveu ser fraco e desistiu de seguir ao Pai.

Cada dia que se passava as coisas iam ficando piores, lutas e mais lutas em sua vida. Quando carregava sua cruz ele gritava que não aguentava mais carregá-la, pois jorrava sangue de seus ombros. Quando num dia o Senhor falou a ele em sonhos que ele viesse até a presença do Pai e pegasse junto ao trono de Deus sua carta de vitória. Ele de repente se pôs a andar por um longo e árduo deserto, um deserto que parecia não ter fim, estava muito quente, mas algo o impulsionava a andar naquela direção. Depois de andar muito tempo ele viu bem ao longe uma luz, e mesmo cansado começou a andar mais rápido até que ele chegou até aquela linda luz. Só que entre ele e aquela luz existia um grande abismo.

Ele sentou – se entristecido, naquele local, quando um anjo se aproximou e mostrou a ele que do outro lado daquele abismo estava sua carta de vitória. Mas ele olhou para o anjo perguntando-lhe como faria para chegar até aquela carta, e tornou a olhar em direção a mesma, e o anjo lhe disse volte para a cruz, volte a carregar sua cruz, pois nela está o caminho para a vitória. Foi aí que ele acordou e ficou sem entender aquele sonho. Mas naquele mesmo dia ele procurou ajuda para poder prosseguir nos caminhos de Deus. Foi quando tomou a decisão de tomar novamente sua cruz e carregá-la. Só que as coisas não mudavam, estava tudo muito confuso. Foi quando novamente ele teve o mesmo sonho e o anjo mandou-lhe seguir no mesmo caminho. E ele falou ao anjo que não aguentaria pois sua cruz era muito pesada, e o anjo olhou para ele e disse: eis que o Pai te manda prosseguir, pois a cruz é seu passaporte para a felicidade.

Então ele começou andar carregando sua cruz. Seus ombros sangravam, suas costas estavam arrebentadas, e ele perguntou ao anjo: ainda falta muito? E o anjo respondeu-lhe: olhe para frente, eis a luz. E aquele homem pode novamente ver aquela luz, mas perguntou ao anjo como ele faria para chegar até ela. O anjo lhe respondeu use a cruz, como assim perguntou o homem, jogue-a atravessando - a até o outro lado do abismo fazendo dela uma ponte e chegue aos braços do Pai e apanhe sua carta da vitória.

Muitas vezes queremos deixar nossa cruz, por achar que ela é muito pesada. Mas lembre-se que as lutas podem ser grande até demais, mas não deixe sua cruz pois será ela o seu passaporte para se achegar a glória junto com o Pai.

Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.
Mt. 18:24

Então, convocando a multidão e juntamente os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.
Mc. 8:34


Comentários